Reprodução/Divulgação

Escola da Vida | Crítica


O filme que irei comentar hoje é Escola da Vida (2005) com Ryan Reynolds.

Esse filme tem quase uma história para mim, pois depois de tanto tempo tentando encontrar nas locadoras, assistir na TV e finalmente o filme passou em um horário que podia assistir no Telecine Light (que passo quase todas as noites assistindo).

A história começa com o discurso de fim de ano da turma que esta se formando na Fallbrook Middle School. Como todos os anos, os alunos elegem o melhor professor do ano e, por 43 vezes seguidas, Stormin Norman, o professor de história, ganhou o prêmio. Infelizmente ele tem uma parada cardíaca nesse momento e não resiste e acaba deixando seu filho, Matt que também era professor naquela escola.

Com a perda do pai, Matt só tinha uma coisa em sua mente. Naquele ano ele TINHA que ganhar o prêmio de melhor professor. Porém seus planos começaram a dar errado quando chega à escola o substituto de seu pai, Michael D’Angelo (Sr. D). Ele, além de jovem, teve como mestre o pai de Matt que ensinou tudo o que ele sabia ou gostaria de ser e caiu nas graças dos alunos facilmente.

Sr. D tinha um jeito diferentes de dar aula, gostava de interpretar as histórias, dar uma nova visão a elas apresentando aos alunos uma forma lúdica de aprendizado. Matt estava ficando irritado com esses momentos de diversão de Sr. D e resolve tomar uma atitude. Durante alguns dias ele começou a persegui-lo para ver o que ele realmente fazia durante o resto do dia e tentar achar algo que pudesse comprometê-lo. Depois de algumas noites e dias ele descobre que Sr. D é uma pessoa que ajuda os necessitados, não vê os problemas dos outros, mas ele tinha um único problema que infelizmente era incurável. O querido professor tinha câncer no pulmão.

Após toda essa demonstração de desconfiança, Matt vê que o problema era ele, pois não sabia relaxar e aproveitar os bons momentos da vida.

O que vai acontecer com o Sr. D?!
Matt será o professor do ano?!

Bem vou deixar isso para vocês descobrirem!

Escola da Vida | Crítica Escola da Vida | Crítica Reviewed by Lucio Pozzobon on segunda-feira, abril 18, 2011 Rating: 5
comentários
DISQUS