Reprodução/Divulgação

Como todos sabem, ontem tivemos o Grammy e a noite foi de Adele e Foo Fighters. Como é uma premiação destinada à música, nada melhor do que comentar as principais apresentações da noite.

Jennifer Hudson “suou o vestido” e fez um lindo tributo a Whitney Houston. Como todos devem saber, ela foi encontrada morta na banheira do hotel no sábado. Mais uma grande perda no mundo musical. Jennifer segurou a emoção (e o cabelo a lá Whitney) e foi até o fim com o sucesso eterno de Whitney, “I'll Always Love You”. Além desse, outro tributo da noite foi feito por Alicia Keys e Bonnie Raitt fizeram homenagem a mais uma grande cantora que faleceu a algumas semanas, Etta James, com “A Sunday Kind of Love”. Foi curto, mas foi muito bonito. Tivemos um tributo ao The Beach Boys, com Marron 5 e Foster The People. Claro, os integrantes da banda, apesar de velhinhos, estavam lá, firmes e fortes. E para fechar esses tributos, tivemos um tributo country ao Glenn Campbell, com The Band Perry e Blake Shelton.


Vamos falar das apresentações mais esperadas da noite. Adele, depois do tempo que passou na “rehab da voz” fez sua primeira apresentação oficial e não poderia ter deixado de encantar cada vez mais seu público com “Rolling in the Deep”. Também tivemos uma apresentação dupla de Rihanna, com “We Found Love”, e Coldplay com “Princess of China” e “Paradise”. Acho q aproveitaram que os dois precisavam de projeções coloridas e colocaram os dois ao mesmo tempo. Katy Perry também impressionou com seu novo single, “Part of Me”, e deu pra perceber que ela está bem focada em sua carreira após a separação, principalmente pela sua atitude forte e de “guerreira” no palco. Foo Figthers não surpreendeu na apresentação, mas mostrou que uma banda não precisa de “foguetes e purpurinas” para fazer sucesso.  E tivemos Paul McCartney, cantou músicas de seu novo disco e dos Beatles também.


Agora vamos às decepções da noite. Chris Brown se resume a uma única palavra: PLAYBACK. Nicki Minaj está cada vez mais perdida. Parece que ela não sabe mais qual é o seu foco musical, se é rap, pop ou se só quer ser mais uma estranha que as pessoas esperam para ver qual será a maluquice que ela vai inventar. Não sei vocês, mas não aguento mais o Bruno Mars ir fazer apresentações como se fosse uma banda de jazz antiga. Será que ele não cansa? E pra fechar as decepções, já disse várias vezes aqui que adoro a Taylor Swift, mas não inovar em uma apresentação fica muito ruim. Esse fundo de roça não ta com nada.


Caso vocês queriam ver a lista completa dos vencedores, você pode conferir no site da revista Billboard. Como dá para perceber, os artistas favoritos do público, como Lady Gaga, Katy Perry e Nicki Minaj não ganharam nada. E como disseram no Acesso MTV hoje, depois da premiação, alguns artistas irão reavaliar seu desempenho musical e artístico.

Obs.: Se você quer ver mais alguma apresentação que não coloquei aqui, é só assistir no site que tirei os vídeos, o Mr. World Premiere.

E o Grammy foi para... E o Grammy foi para... Reviewed by Lucio Pozzobon on 18:58:00 Rating: 5