Reprodução/Divulgação

O post de hoje vai ser especialmente curto, uma vez que o jogo em questão é grátis, pode ser jogado direto do navegador e vai tomar menos de dez minutos do seu tempo; de forma que penso ser melhor deixar as surpresas.


dys4ia é um jogo autobiográfico sobre o processo de se tornar uma transexual. Como se a temática por si só não fosse fascinante, o modo como o jogo conta a história através da jogabilidade é admirável. E um Atari 2600 seria capaz de rodá-lo, o que te faz pensar sobre todos esses desenvolvedores que dizem ser limitados pelos consoles atuais.

dys4ia é finalista do Indie Game Festival na categoria narrativa, junto com outro jogo de que já tratei aqui, Thirty Flights of Loving. Embora ainda não tenha jogado os outros três, ficaria extremamente feliz caso dys4ia ganhasse, porque é realmente importante que jogos que tratem de temáticas como essa de forma tão madura recebam mais atenção.

Não falarei mais nada. Joguem.

dys4ia | Crítica dys4ia | Crítica Reviewed by Thales Nunes Moreira on 02:17:00 Rating: 5