Reprodução/Divulgação

Do Vidigal para o All POP Stuff l Entrevista com a Melanina Carioca


Despidos de qualquer tipo de preconceito e inspirados pelas noites do morro do Vidigal, os atores Jonathan Haagensen, Roberta Rodrigues, Marcello Melo, Jefferson Brasil, Jonathan Azevedo, Luiz Otavio e Roberta Santiago se uniram ao músico David dos Santos e formaram a banda Melanina Carioca. Em sua última passagem por Juiz de Fora, o All POP Stuff foi recebido pela banda em seu camarim, abarrotado de sorrisos cativantes e aquele sotaque gostoso que a gente adora ouvir!

All POP Stuff: Todos vocês vieram do mesmo lugar. Este foi o pontapé inicial para que vocês formassem a Melanina Carioca?
David dos Santos: Foi sim! Nós sempre tivemos essa convivência. O Vidigal é o lugar em que a gente mora e que acaba virando um ateliê do nosso dia a dia. É de lá que vem a nossa arte! A gente se encontra pra ir comprar um pão, pra ir ao mercado, subindo e descendo o morro... Disso tudo sempre sai uma letra, uma melodia ou uma música. Isso acabou virando ponto de referência pra gente, inspiração mesmo!

All POP Stuff: Cada um de vocês tem outra profissão além do grupo. É difícil conciliar todas as ocupações com a agenda de shows?
Jonathan Haagensen: É difícil, cara! Nós escolhemos dar prioridade às funções que a gente já exercia antes, como a interpretação. Mas a banda tem ganhado uma força tão grande que a gente está tendo que viabilizar uma maneira de estar totalmente dedicado a ela. Sempre tem alguém gravando um filme, uma novela ou um seriado. São mil coisas ao mesmo tempo, mas a nossa equipe e nossa estrutura dão conta de organizar tudo para que todo mundo continue desenvolvendo seus projetos e a Melanina siga em frente!

All POP Stuff: E vocês já estiveram na mesma posição em que eu estou agora, certo? Contem pra mim como foi o programa de entrevista que vocês já comandaram...
dos Santos: Este projeto a gente tinha feito no início da carreira. O grande marco pra gente foi uma entrevista com o Caetano Veloso. Um dia ele apareceu em um show que fazíamos no Leblon. Para nossa surpresa, ele cantou e dançou com a gente! Na semana seguinte nos convidou para ir até seu escritório trocar uma ideia. Acabou rolando meio que uma entrevista, sabe?
Haagensen: Hoje este é um projeto que na verdade está engavetado, mas é uma ideia que a gente ainda tem. Ele se chama Melaninca.com e o nome daquela pessoa. Pode ser um artista ou alguém que esteja promovendo algo relacionado à cultura ou ao âmbito social. Gravamos um piloto com o Caetano e foi uma porta de entrada pra gente desenvolver esta iniciativa.

All POP Stuff: Hoje vocês estão aqui em Juiz de Fora, que é uma cidadezinha do interior de Minas Gerais, mas vocês têm se apresentado por todo o país. Qual é a sensação de serem bem recebidos em qualquer lugar vocês pisam?
Roberta Rodrigues: Isso é muito louco, porque às vezes você tem um estilo de música que é bem aceito de um lado e do outro não. Mas eu acho que é aí que a gente descobre a força que a banda está tendo. A Melanina Carioca tem essa diversidade. Quando a gente chega ao interior de Minas ou ao centro de São Paulo, os públicos diferentes, mas estão com a mesma vibração. É aí que você pensa: “Caramba, missão cumprida!” Era isso que a gente queria fazer. Nosso público é o Brasil. Somos pra todo mundo.
dos Santos: O amor, a arte e a alegria são para todos. Independente do interior ou da capital, essa sensação de poder compartilhar a energia é pra qualquer lugar. Não importa onde ela mora ou como ela se veste. Nós queremos levantar a alto-estima e levar alegria para qualquer camada da sociedade.

All POP Stuff: Isso significa então que vocês procuram falar a mesma língua através da música?
dos Santos: Exatamente isso!

All POP Stuff: Como é o processo na hora de compor o repertório da banda?
Haagensen: Existe uma coisa muito pessoal de cada um, já que a gente vive numa comunidade que é muito cosmopolita. Tem pagode, funk, forró, pop e o rock. Cada um acaba trazendo o teu gosto pessoal, que influencia na qualidade final da Melanina. Eu acho que o Brasil é um país onde você encontra muitas culturas num mesmo lugar, e a favela agrega muito isso.

All POP Stuff: Nós podemos gravar uma canção agora e transformá-la em um verdadeiro sucesso. Vocês acham que a internet é uma ferramenta poderosa para quem faz música em nosso país?
dos Santos: Eu acho que a internet é o meio hoje em dia. Eu posso dizer uma lista de bandas que explodiram e fazem shows pra caramba no país todo e que você nunca escutou no rádio ou viu na TV. Elas lotam lugares com cinco, dez mil pessoas.
Roberta Rodrigues: É tipo uma democracia, né? Porque independente de você ter grana ou não, de ter um super-produtor ou não, a internet viabiliza esse sucesso. Se você é bom, as pessoas vão ali, comentam umas com as outras e acabamos entrando na questão do boca a boca, que pode fazer vender muito mais que uma publicidade ou qualquer outra coisa. Por isso eu acho que ela é democrática. Você tem um trabalho bom e tem a chance de mostrá-lo, sem se preocupar se alguém vai te aceitar pelo seu modo de se vestir ou pela sua aparência.

All POP Stuff: Quais são os próximos planos da Melanina Carioca?
David: Até o meio do ano que vem nós vamos lançar nosso primeiro DVD, que vai ser um verdadeiro encontro com as pessoas que fizeram parte da nossa história, como o Seu Jorge, Caetano Veloso, Marcelo D2, Bom Gosto, Sandra de Sá, Mumuzinho... Uma galera que sempre nos deu muita força. Graças a Deus a música “Deixa se Envolver” explodiu nas rádios. Foi inesperado e foi incrível pra gente. Agora, como nova música de trabalho, a gente vai vir com “Ao Céu”. Esperamos que a galera curta!

Do Vidigal para o All POP Stuff l Entrevista com a Melanina Carioca Do Vidigal para o All POP Stuff l Entrevista com a Melanina Carioca Reviewed by Unknown on 18:10:00 Rating: 5