Reprodução/Divulgação


Em “Adultérios”, o ator, escritor e diretor Woody Allen traz diálogos com o humor irônico e ácido que já é bem conhecido pelos fãs dos seus filmes. O livro, lançado pela L&PM Editores, divide-se em três histórias, todas passadas em Nova York.

Na primeira delas, “Bloqueio criativo - Riverside Drive”, o escritor Jim Swain está em um parque aguardando alguém, ansioso. Um mendigo, Jim, passa por ele e começa a puxar conversa. Por mais que Jim tente evitar o inconveniente homem, ele insiste no diálogo. No início começou falando sobre coisas aleatórias, como a temperatura. Depois, começou a dizer que deveria receber porcentagens e royalties do último filme que Jim havia dirigido, porque na verdade, a ideia tinha sido dele. Jim se assusta, ameaça chamar a polícia, mas Fred continua falando e revela saber bastante sobre a vida de Jim.

Fred conta que era escritor, até que suas visões começaram a dominá-lo. Ele insiste que Jim o ouviu contando um enredo, roubou a sua ideia e fez um filme. Conta também que, graças a grupos que se juntaram para conspirar contra ele, ele acabou perdendo tudo: casa, família, emprego.

Jim acaba se envolvendo na conversa de Fred e contando mais sobre a sua vida. Quando a pessoa que ele espera finalmente chega, Barbara, a sua amante, Jim acaba cedendo e Fred o ajuda a terminar o relacionamento. Quando Barbara vai embora, Jim revela a Fred que tem muito medo de contar a sua mulher, Lola, que está tendo um caso há 6 meses. Fred lhe dá uma ideia de como se livrar dela: matá-la.

Jim reencontra Barbara e ela lhe exige um grande pagamento para não contar a Lola sobre o caso deles. Fred conta a Jim que sabe a verdade sobre Barbara: ela recebe ordens de outra galáxia.

Enquanto Fred continua falando sobre vida em outros planetas e teorias conspiratórias, Jim decide ligar para sua mulher e se declarar.

O segundo conto do livro “Bloqueio criativo: Old Saybrook” traz os personagens Sheila, seu marido Norman, sua irmã Jenny e o marido dela, David. Eles estão fazendo um churrasco em uma casa de campo. Hal e Sandy aparecem de repente, falando que aquela era a sua antiga casa. Todos se apresentam e Hal e Sandy olham a casa, contando como ela costumava ser quando eles ainda moravam ali. Eles revelam que o proprietário antigo, que havia construído a casa, tinha feito um cofre secreto. Abrindo o cofre, eles acham um velho diário lá, que pertencia a Norman, marido de Sheila. Nesse diário ele conta como se apaixonou por Jenny, a irmã da sua mulher, e suas aventuras sexuais. Norman revela a verdade, mas achava que seu diário nunca teria sido descoberto se Hal não tivesse contado sobre o cofre. Sheila faz um escândalo com o marido e com a irmã, e Hal acaba revelando a Sandy que também teve um caso.

No meio da confusão, um homem desce a escada da casa amordaçado e gritando. O homem era Max Krolian, o dono original da casa, que a havia construído. Todos descobrem que na verdade são personagens de uma peça que Max está escrevendo. Com essa descoberta, todos passam a dar palpites sobre o roteiro desta peça.

A peça era baseada no próprio Max, que traía a esposa com a mãe dela. A sua sogra mantinha um diário secreto com detalhes sobre as suas intimidades. Sua mulher descobriu e tentou se matar.

Todos os personagens acabaram contando que tiveram algum caso extraconjugal, mas Max insistiu que o importante era o perdão.

No último conto, “Central Park West”, a psiquiatra Phyllis chama a amiga Carol para uma conversa urgente. Quando Carol chega, depois de muita relutância para contar a verdade, Phyllis diz que brigou com o seu marido e ele estava indo embora. Mas, além disso, descobriu que ele tinha uma amante, que era Carol.

Depois de algum tempo tentando negar, Carol confessou que tinha um caso com Sam, marido de Phyllis, há 3 anos. Quando o marido de Carol chega, Howard, Phyllis faz questão de expor toda a história para ele. Todos estavam bêbados e gritando muito quando chega Sam, que diz estar indo embora por causa de outra mulher. Carol conta que eles planejavam ir morar em Londres, mas Sam revela que ela não é a pessoa por quem ele está apaixonado. Carol, perplexa, diz que o que eles tinham era real, um verdadeiro amor. Sam revela que ela se iludiu, pois sempre deixou claro que o caso entre os dois era apenas diversão, e que ele estava apaixonado por Juliet.

Juliet aparece para ver se estava tudo bem com Sam e Howard se encanta por ela, tentando convencê-la a não se casar com Sam, que tem o dobro de sua idade. Howard e Sam partem pra briga física e, assustada, Juliet acaba atirando em Sam com a arma que pertencia a Howard.

Phyllis a orienta a ir embora antes que a polícia chegue, e fala pra Sam que isso foi uma grande rejeição.

Com diálogos e situações muito inusitadas, “Adultérios” é um livro engraçado e agradável de ler. A L&PM Editores disponibiliza o livro em dois formatos: normal pocket.

'Adultérios', de Woody Allen 'Adultérios', de Woody Allen Reviewed by Silvana Rambo on 09:41:00 Rating: 5