Reprodução/Divulgação

'Cidade dos Ossos', de Cassandra Clare | Os Instrumentos Mortais #1


Clarissa acreditava ter uma vida normal e monótona longe do caos e confusões. Nunca lhe passou pela cabeça que pudesse ser parte anjo ou como são conhecidos, caçadores de sombras. Eles são responsáveis pela proteção do mundo contra demônios e outros seres; ela nunca imaginou que sua mãe fosse capaz de lhe enganar e mentir durante toda sua vida.

'Cidades dos Ossos' narra à mudança na vida de Clary de garota normal para uma caçadora de sombras. Clary é impulsiva, age e depois se arrepende, isso me incomodava bastante quando lia os livros pela primeira vez, e me irritou novamente ao reler. Talvez você volte a me ver dizendo isso em outras resenhas. Nesse não é tão intenso, é aceitável e compreensível.

Estou relendo a série por causa do desafio relendo e resenhando. E devo dizer que eu estava com saudade de Isabelle Lightwood. Quando ela entra em ação com seu chicote meus pêsames para quem está sendo perseguido e fala o que pensa. Alexander ou Alec Lightwood é responsável, não gosta de infligir regras. Simon Lewis é aquele amigo nerd engraçado, piadista e faria tudo pelos amigos.

Jace Wayland é um personagem irônico, sarcástico, e com o ar de superioridade (o que faltou na série). Apesar de não gostar dele (desculpa fãs do Jace), as suas frases melancólicas, meio góticas são boas e me arrancaram sorrisos. Ele tenta não demonstrar sentimentos, lendo percebemos que não é a verdade.

Desvendaremos o mundo dos caçadores de sombras junto com Clary. Veremos o quanto Jace é solitário apesar de ter Alec e Isabelle por perto, e compreenderemos a razão da hostilidade do Alec com Clary. Ela chega e muda a rotina do lugar, meio que uma invasora. Talvez você possa se identificar com algum personagem.

- Ver através do feitiço é fácil. As pessoas é que são difíceis.
- Todo mundo vê o que quer ver - ele disse tranquilamente.

Cassandra Clare desenvolve histórias de maneira que você não consegue parar até concluir a leitura. Suas fantasias urbanas são capazes sim de envolver e nos fascinar com tamanha criatividade. É interessante e vale ressaltar que no decorrer do enredo nos deparamos com o “preconceito” da Clave. Incomodava-me suas regras, suas leis, como por exemplo, até então mulheres não tinham a mesma igualdade dos homens, vemos como a lei dos caçadores é dura.

Adoro esse ar antiquado do instituto, com móveis antigos e o ar sombrio. O livro é dividido em partes, relendo pude visualizar as cenas que foram modificadas na série e as que foram mantidas. Na segunda parte a história ganhou ritmo, as dúvidas e segredos começaram a serem relevados.

'Cidade dos Ossos', de Cassandra Clare | Os Instrumentos Mortais #1 'Cidade dos Ossos', de Cassandra Clare | Os Instrumentos Mortais #1 Reviewed by Caroline Freitas on terça-feira, maio 03, 2016 Rating: 5

0 COMENTÁRIOS

Postar um comentário

comentários
DISQUS