Reprodução/Divulgação

Outlander - 1ª Temporada | Crítica

Outlander é uma série aclamada pela critica, baseada nos livros best-sellers de Diana Gabaldon, lançados no Brasil pela Editora Sextante. Na história acompanhamos Claire Randall (Caitriona Balfe), uma enfermeira, casada com o professor de História Frank Randall (Tobias Menzies), ex-agente do serviço secreto britânico na Segunda Guerra Mundial.


Claire e Frank resolvem ir a Escócia para uma segunda lua-de-mel, já que o casal serviu ao exército e passaram cinco anos separados, precisavam de um tempo a sós. Eles visitaram um amigo e reverendo da cidade, Frank pesquisava sobre sua família e seu antepassado Jonathan "Black Jack" Randall.

Enquanto os homens reviravam os livros e coletavam dados, Claire aproveita seu tempo livre conversando com a esposa do reverendo. Então ela conhece a história de Craigh na Dun, uma colina com grandes pedras no chão, formando um círculo. 

Segundo a lenda aqueles com habilidade especial podem ouvir o chamado das pedras, o local atrai as pessoas e eles nunca mais retornam. Claire fica levemente curiosa com o local, durante a madrugada vai com Frank até a colina. Lá, eles acabam presenciando um ritual druida, com mulheres dançando, ao redor das pedras. Fica evidente que elas não deveriam estar ali, mas permanecem escondidos entre arbustos, assistindo de longe e silenciosamente.


No dia seguinte Claire decide voltar ao local para ver mais de perto, no centro do círculo e escuta um barulho vindo da maior pedra. Ao tocá-la é transportada para a Escócia de 1743. Claire totalmente desnorteada, se vê no meio de estranhos sons de cavalos, tiros e vozes. Ela corre para longe, descendo a colina e percebe que algo está errado. 

O Exercito Real Inglês combatia escoceses que estavam na região, a procura de um abrigo, esbarra com o terrível, capitão Black Jack Randall, fisicamente igual ao seu marido. Claire comete o erro de se aproximar, chamando-o de Frank. Não demora para perceber o engano, Ele ataca achando que se trata de uma prostituta. Os Escoceses resgatam Claire, levando-a com eles a fazem de refém. Desconfiam que ela é uma espiã Inglesa.


Após o resgate, Claire salva um soldado escocês, Jamie Mctavish (Sam Heughan). Ele foi ferido enquanto ajudava a resgatá-la. Jaime sente que está em divida com ela e os dois viram amigos. Claire sabia que era necessário ficar calada para conseguir sobreviver, mas precisava tentar descobrir o máximo, por mais que tentasse fugir e voltar para as pedras, não iria muito longe, não conhecia a região.

Semanas se passam e ela descobre que voltou 200 anos no tempo. Sua experiencia como enfermeira e seu interesse em Botânica ajudam a fingir ser uma curandeira e assim passa a viver nas masmorras do castelo Leoch. Claire é uma personagem forte, e ao invés de chorar e cair no desespero, ela resolve planejar sua fuga do Clã escocês para voltar para Frank. Não é nada fácil, sempre se mete em confusões e Jamie acaba salvando-a e acaba se envolvendo mais com as pessoas do castelo, tornando cada vez mais difícil sua fuga.


Jaime é um guerreiro e está acostumado a salvar pessoas e sua nação. Seu coração é enorme, ao mesmo tempo que é doce e ingenuo (e ainda por cima é ruivo). Impossível resistir. Ele também esconde seus segredos. Ele e Black Jack são inimigos. Conforme ele e Claire se aproximam ele acaba contando a verdade. Jaime é procurado, tem uma recompensa por sua cabeça, foi açoitado até a pele ficar esfolada pelo capitão. 

Após mais uma tentativa de fuga, Jamie precisa salvar Claire. Para salvar a vida dela, os dois são obrigados a se casar. Ela se vê no dilema de não saber mais o que fazer, dois casamentos e ela precisa escolher entre a vida com Frank ou Jamie. Cada vez mais parece impossível voltar para sua verdadeira época, com o passar do tempo o peso da sua mentira torna-se muito grande para Claire.

A primeira temporada tem 16 episódios que vão muito além de um triângulo amoroso. Uma mistura de miticismo, ficção-cientifica e história real, cenas de ação com lutas de espadas e tortura. Figurinos, cenários e uma trilha sonora, maravilhosa. Um vilão que você odeia do começo ao fim, cruel e sadomasoquista, que consegue apagar a luz e esperança de qualquer pessoa apenas com um olhar. Tobias Menzie mereceu e muito sua indicação ao Globo de Ouro. E ainda tem uma season finale emocionante!

O sucesso é estrondoso, a segunda temporada já está sendo exibida e a série garantiu sua terceira e quarta temporada.

Outlander - 1ª Temporada | Crítica Outlander - 1ª Temporada | Crítica Reviewed by Cintia Milanez on 17:15:00 Rating: 5