Reprodução/Divulgação


Lançado em novembro de 2016 nos EUA, 'Quase 18' (The Edge of Seventeen) passou por alguns festivais e conseguiu levar a diretora e roteirista Kelly Fremon Craig (Recém-Formada) e a atriz Hailee Steinfeld à várias nomeações e alguns prêmios. No Globo de Ouro, Hailee voltou aos holofotes da atuação com uma indicação para Melhor Atriz em Comédia ou Musical.

'Quase 18' conta a história de Nadine (Hailee Steinfeld), uma adolescente com poucos amigos, atitude muitas vezes explosiva e que não gosta quando sua vida sai do rumo. Logo no início é apresentado um flashback, mostrando como a pequena Nadine encontrou sua primeira amiga, Krista (Haley Lu Richardson). Nesse momento também conhecemos Darian (Blake Jenner), seu irmão popular, Mona (Kyra Sedgwick), sua mãe um pouco controladora e o amoroso pai, Tom (Eric Keenleyside).


No início da adolescência, Nadine tem alguns problemas com cabelo, espinhas e todas as outras coisas de adolescente e o apoio de Krista e seu pai foram essenciais para sobreviver a esse período escolar. Porém algo muito ruim acontece e ela percebe que nem tudo na vida é como queremos.

Tempo depois, perto dos 18 anos, sua mãe viaja e deixa Nadine e Darian responsáveis pela casa, porém acontece algo que ela não esperava ver: ver sua melhor amiga dormindo com seu irmão. Obviamente ela não aceita a situação, pois pensa que o irmão quer destruir sua vida, tirando sua melhor amiga do caminho. Isso acaba afetando a relação de todos dentro e fora da casa e ainda faz com que Krista e Nadine deixem de conversar.

Só que apesar de Nadine achar que está sozinha, muita gente se importa com ela. Mr. Bruner (Woody Harrelson), seu professor, é o único que interrompe o horário de almoço para escutar os dramas muitas vezes exagerados da garota. E isso é algo que você vai ver/ouvir muito no filme. Nadine fala muito, em algumas partes parece que estamos assistindo um monólogo de tanto que ela fala.


Nadine é daquelas garotas que acha que nenhum garoto está prestando atenção nela, até porque está apaixonada por Nick (Alexander Calvert), um bad boy que ela só observa mas nunca vai falar com ele. Porém seu colega de aula Erwin (Hayden Szeto), um aluno super inteligente, que gosta de desenhar, faz parte do clube de audiovisual e ainda tem uma casa incrível, começa a demonstrar um interesse amoroso por ela, que de cara não corresponde. Nadine, muitas vezes, não dá a atenção que ele merece.

Uma das grandes mensagens que o filme passa é que todos, não só os adolescentes, precisam se valorizar, acreditar em si mesmos e aprender que nem sempre as coisas acontecem como queremos. Porém é importante aprendermos a lidar com os problemas e resolvê-los com calma e atenção.

É difícil um filme adolescente conseguir ser tão marcante. Temos vários clássicos como os do John Hughes, 'As Patricinhas de Beverly Hills', 'American Pie', 'Meninas Malvadas' e 'A Mentira'. A distância entre o lançamento desses filmes mostra como é difícil encontrar uma forma de registrar a realidade da vida de um adolescente e 'Quase 18' consegue fazer isso.

Sem dúvidas os destaques do filme são Hailee Steinfeld e Woody Harrelson. Inclusive aposto que é uma dupla que deve se repetir em futuros filmes, pela química em cena e como eles levam com clareza e rapidez o roteiro sem deixar piegas. Kelly Fremon Craig fez um ótimo trabalho no roteiro e direção.

No Brasil o filme ainda não recebeu a atenção merecida pela distribuidora e redes de cinema. O filme que teve estreia marcada para 02 de fevereiro e foi transferida para 16 de março. Inclusive em nenhum material de divulgação foi adicionada a informação da indicação de Hailee no Globo de Ouro. Talvez com o fim da "corrida do Oscar" e o retorno das aulas ajude a manter o filme por algumas semanas nas salas de cinema.

Quase 18 | Crítica Quase 18 | Crítica Reviewed by Lucio Pozzobon on 19:33:00 Rating: 5