Reprodução/Divulgação

Vida | Crítica


"Um elenco estelar contra um alien aterrorizante..."
Onde será que eu já vi essa história?

'Vida' nos coloca em futuro não tão distante onde uma equipe de astronautas possui a missão de coletar e estudar a possibilidade de vida em Marte. Com um começo bem arrastado, Ryan Reynolds (Deadpool), Jake Gyllenhaal (O Abutre) e Rebecca Ferguson (Missão Impossível: Nação Secreta) lideram o elenco de pesquisadores que nos apresentam, em longas cenas, o deslumbre de descobrir a presença de uma minúscula forma de vida em seu laboratório.

Com algumas abordagens interessantes sobre o tema, como a maneira que o nome do alienígena é escolhido, o primeiro ato do filme pode parecer bem promissor para qualquer amante de um bom filme de alien, mas a empolgação acaba por aí.


Ryan Reynolds faz o papel do alívio cômico e mostra uma boa dinâmica com o resto do elenco, mas acaba sendo deixado de lado em função de um artifício de roteiro não tão bem-sucedido. Sobra para Jake Gyllenhaal guiar o público por entre o suspense que se instaura na nave, mas diferente de seus papéis consagrados, aqui há bem pouco com o que trabalhar. 

Semelhante ao recente 'A Vigilante do Amanhã: Ghost in the Shell', 'Vida' é um filme que dependerá muito da base de cada espectador para ser aproveitado. Caso já tenha visto qualquer filme de tensão envolvendo aliens no espaço (principalmente o próprio "Alien" de Ridley Scott), não há nada de novo. Existe o suspense, e fica clara a intenção do filme de tentar aprofundar alguns temas mais filosóficos, mas sem muito sucesso.


Por ser um filme da Sony Pictures, existia também a teoria que (quem sabe) poderia ser na verdade um prequel de 'Venom' disfarçado. Devo dizer que, caso fosse assim, o filme acabaria tendo muito mais com que trabalhar e poderia ter criado momentos muito mais distintos do que foi mostrado no resultado final. Do que adianta fazer um filme original, como tantos clamam, sem nada de original para mostrar na tela?

Não é um filme mal-feito, nem de longe. Tem seus méritos em alguns momentos de tensão, e quase chega a criar um alien interessante o suficiente para especularmos uma sequência, mas 'Vida' acabará sendo esquecido por qualquer um que já conhece o gênero de "terror espacial", sem muito esforço.

Vida | Crítica Vida | Crítica Reviewed by João Felipe Marques on domingo, abril 16, 2017 Rating: 5

0 COMENTÁRIOS

Postar um comentário

comentários
DISQUS