Reprodução/Divulgação


'The Arrangement' é a nova série de drama do canal E! criada por Jonathan Abrahams (Mad Men) com apenas 10 episódios. Nela, conhecemos a jovem atriz, Megan Morrison (Christine Evangelista, 'Chicago Fire') que fez um teste para interpretar a personagem principal de um filme do queridinho de Hollywood, Kyle West (Josh Henderson, 'Dallas').

Kyle é um astro de filmes de ação, sua vida é corrida e tem uma equipe que administra tudo 24 horas por dia, mas no final das contas quem bate o martelo é ele. Com um início de carreira difícil e conturbado ele teve ajuda do amigo e mentor Terrence Anderson (Michael Vartan, 'Bates Motel') um líder de uma organização de auto-ajuda, o Instituto The Higher Mind.


Terrence controla a vida do astro com a desculpa que ele volta a antigos vícios. Kyle passou por um final de relacionamento onde sua noiva praticamente o deixou sem muitas explicações. A mídia fez disso um espetáculo, como tudo o que envolve a vida pessoal dele, os dois protagonizaram um filme juntos e está próximo de sua estreia. Ele e Elizabeth (Ashley Grace, 'True Blood') não se falam há meses e estão prestes a se encontrar. Kyle tem medo do confronto e dos sentimentos que isso pode causar. Até esse dia chegar ele está disposto a focar em novos projetos.


Depois de alguns testes frustrados, Megan faz um teste para o novo filme de Kyle onde os dois interpretam uma cena dramática, a química entre eles é evidente, cativando todos da produção, inclusive o astro que após o teste, a convida para sair. Acontece tudo rápido como num conto de fadas. Ele é tudo o que a mídia mostra, bonito, galã e apresenta novo lugares a Megan que vislumbra um  novo mundo no qual ela não está acostumada.

Logo os dois se apaixonam, e aí que os problemas começam. A partir do momento que torna algo sério, o agente do astro, Deann (Lexa Doig, 'Arrow') prepara um contrato que favorece os interesses de Kyle e previne problemas como o de Elizabeth se repitam. Não é um contrato qualquer e sim uma contrato de 10 milhões de dólares com várias clausulas entre elas de moralidade e multa de rompimento de contrato e nenhuma delas beneficia ela.


O primeiro pensamento dela é desistir, mas os dois já estão bastante envolvidos e ela acaba aceitando. Esse é apenas o começo dos problemas, pois ela vai perceber que o show business não é fácil. Tem o glamour, flashes e muito dinheiro envolvido. Porém é uma luta constante para manter as aparências e ela não está acostumada com isso.

Já estava sendo difícil a adaptação e acaba piorando quando Terrence passa a fazer a vida dela um inferno, perseguindo e investigando o passado dela. A amizade de Kyle e o mentor passa a ser testada, ele não aprova a nova namorada, conflitos e segredos vem a tona e as coisas nunca mais foram as mesmas.


Um ponto interessante sobre a série é que quando foi lançada, os produtores e diretor foram questionados se a historia foi inspirada no casamento de Tom Cruise e Katie Holmes e o envolvimento dele com a cientologia, porém eles negaram.

No inicio da temporada senti que faltou aprofundamento nos assuntos abordados, foi muito rápido e alguns momentos desperdiçados. Temos uma trama e elenco bons, personagens fortes e bem desenvolvidos, mas acho que faltou adrenalina no início e foi apenas compensado do meio para o final da temporada, trazendo uma reviravolta e questões sem resposta. Se você está afim de ver algo despretensioso, rápido e tem curiosidade no que se passa em Hollywood é uma boa pedida. A série retorna em 2018 para uma segunda temporada.

The Arrangement - 1ª Temporada | Crítica The Arrangement - 1ª Temporada | Crítica Reviewed by Cintia Milanez on 15:04:00 Rating: 5