Reprodução/Divulgação

'Uma Duas', de Eliane Brum


Difícil começar a falar sobre esse livro. Levei alguns dias para começar e escrever a resenha e mesmo agora não sei o que pensar sobre ele. Antes de qualquer coisa adianto que não é um livro fácil, pois a temática dele é bem forte, com cenas e passagens bem pesadas.

'Uma Duas', livro de estreia da escritora e jornalista Eliane Brum, expõem e procura desconstruir/desfazer a imagem romantizada de relacionamentos, principalmente o familiar, apresentando uma relação conturbada e doentia entre mãe e filha, mostrando que esse vínculo sanguíneo pode ser bem mais complexo e obscuro.
Como eles poderiam saber que não há longe o suficiente para elas? Que não há separação possível entre elas? Que quando a mãe começou a apodrecer naquele apartamento algo na filha também começou a cheirar? Que não era o suicídio da mãe, mas o assassinato da filha?
Laura é jornalista, filha única e tenta manter distancia da mãe, Maria Lúcia, que tanto despreza. Mas ao mesmo tempo em que nutre um enorme ódio, busca de alguma forma ao que ligue as duas. Ao ser informada que sua mãe está a dias incomunicável e que será necessário invadir o apartamento, Laura se vê obrigada a revisitar seu passado, relembrando momentos da infância com os pais, sua falta de amizades e o abuso que sofreu. Uma culpa a outra por tudo que aconteceu em suas vidas.

Enquanto Laura jura que a mãe faz tudo para infernizar sua vida, Maria Lúcia sabe que a filha faz tudo para atingi-la, mas devido ao grave problema de saúde de Maria Lúcia, as duas são forçadas a conviver novamente, confrontar o passado e escolhas de ambas e redescobrir o papel de cada uma na vida da outra.
E que eu não sei o que fazer da minha vida sem ela. Minha mãe sempre esteve ali. Por pior que ela tenha sido, foi a única que ficou. E do jeito torto dela estava presente, ainda que fosse para tornar meus dias miseráveis. Não é mais um jogo entre nós duas. A morte encerra todos os jogos. Tenho vontade de matá-la arrancando pedaços da sua carne com as minhas unhas. Não por ódio, mas por amor. Por desespero. Porque ela vai me deixar. E aí só haverá eu. Um corpo arrastando um cadáver.
'Uma Duas' é um livro intenso, aborda assuntos pesados em poucas páginas, não dando tempo ao leitor para digerir os acontecimentos anteriores, pois tem a proposta de chocar quem o lê. A história é contada através de três perspectivas, apresentando a visão de Laura, a versão de Maria Lúcia e o terceiro ponto de vista é o livro que Laura está escrevendo escondido da mãe.

Mesmo sabendo das motivações de cada uma é difícil criar qualquer empatia pelas protagonistas, pois ambas são amarguradas e desagradáveis. Não é um livro que eu recomende, porém retrata uma visão diferente do padrão de amor, família, laços afetivos e o socialmente aceitável.
Quando vagava me batendo pela paredes da casa, me sentia ligada ao corpo dela como um daqueles cachorros que tem uma corda presa ao pescoço que os paralisa depois de alguns passos. No meu caso não era uma corda, mas um cordão umbilical.
Compre 'Uma Duas'

'Uma Duas', de Eliane Brum 'Uma Duas', de Eliane Brum Reviewed by Maiara Lima on segunda-feira, julho 03, 2017 Rating: 5

0 COMENTÁRIOS

Postar um comentário

comentários
DISQUS