Reprodução/Divulgação

Midnight Texas - 1ª Temporada | Crítica


'Midnight Texas' é uma série do canal NBC, com temática sobrenatural produzida por Bill Johnson (True Blood) e Niels Arden Oplev (Mr. Robot) baseada na série de livros homônima escrita por Charlaine Harris (True Blood) que também é responsável pelo roteiro. A primeira temporada tem 10 episódios e conta a historia de Manfred (Francois Arnaud, Blindspot) um vidente cheio de dívidas, segue o conselho do espirito de sua avó cigana para se esconder na cidadezinha no meio do nada, Midnight.

A cidade é conhecida como "porto seguro" para quem é diferente. É comum ter um vizinho vampiro, uma bruxa, um lobisomem, um transmorfo. A cidade está situada entre a divisa do mundo normal e sobrenatural. Existe um véu, uma barreira que evita que os seres sobrenaturais transitem livremente pelo mundo. Na sua grande maioria eles são unidos e fazem a politica da boa vizinhança, fazem o possível para não atrair atenção de curiosos ou da polícia.

A chegada de Manfred não é nem de longe tranquila, um corpo aparece boiando no rio levanta várias suspeitas, levando a policia investigar o crime. O corpo era de Aubrey, noiva de Bobo (Dylan Bruce, Orphan Black) que passa ser o principal suspeito junto com Manfred que porém consegue um álibi e logo é descartado. O xerife passa a interrogar os moradores e Olivia (Arielle Kebbel, 'The Vampire Diaries') uma assassina da aluguel e amiga de Bobo faz sua própria investigação e confronta Manfred eles logo descobrem a ligação dele e a avó que é uma antiga habitante da cidade e amiga muito próxima do vampiro Lemuel (Peter Mensah, True Blood).


Manfred resolve consultar os espíritos e tenta falar com Aubrey para conseguir alguma pista. Porém, algo dá errado e a reunião sai do controle do vidente, ele não consegue exercer total domínio sobre os espíritos tornando a situação perigosa. Lemuel o apresenta a bruxa Fiji (Parisa Fitz-Henley, 'Luke Cage') que ajuda-o a selar os espíritos e finalmente conseguem ajuda de Aubrey. Após unir forças o grupo consegue libertar Bobo.

Então uma questão muito mais perigosa vem a tona. Seres sobrenaturais passam a procurar a cidade cada vez mais, tornando a cidade perigosa e a convivência entre humanos e pessoas especiais impossível. Manfred vem sendo atormentado por espíritos de uma forma tão numerosa que ele não consegue lidar.

No decorrer dos episódios somos apresentados a historia de cada personagem, entendemos o porque a cidade é tão importante, aos poucos as coisas vão ficando cada vez mais estranhas e até um morador mais antigo da cidade revela uma maldição. A barreira está se rompendo, atraindo ainda mais seres poderosos para a cidade e depois que ela se romper totalmente será um caos. O grupo está disposto a investigar e encontrar um meio de impedir a destruição que está por vir.


Temos uma premissa interessante e com potencial, mas infelizmente não foi bem abordada. Houve momentos muito bons, personagens interessantes, mas faltou acertar o ritmo. Passamos quase metade da série apresentando personagens e o plot principal sendo deixado de lado, ficando sem sentido. Faltou entender qual o objetivo e um desenvolvimento na "jornada do herói". Tinha tudo para ser um bom final de temporada, mas tivemos um episódio raso e corrido para conseguir deixar algum gancho para uma próxima (ainda não confirmada).

Em resumo 'Midnight Texas' tem potencial, mas precisa acertar o ritmo e se aprofundar mais em sua mitologia. Principalmente por já existir no mercado séries com a mesma pegada sobrenatural e ela não consegue competir com as concorrentes no mesmo nível. O que é uma pena pois temos bons efeitos especiais para um canal aberto, um elenco em harmonia, com uma boa química; personagens cativantes e com boas histórias.

Midnight Texas - 1ª Temporada | Crítica Midnight Texas - 1ª Temporada | Crítica Reviewed by Cintia Milanez on 11:18:00 Rating: 5