Reprodução/Divulgação


'Cartas para um Ladrão de Livros' é uma produção da Boutique Filmes, em parceria com a Globo Filmes e Globo News, e apresenta a história de Laéssio Rodrigues de Oliveira, um homem que, desde 2004, já passou 4 vezes pela prisão por ser responsável pelo furto em grandes bibliotecas e acervos de materiais raros.

Confesso que assistir esse documentário trouxe uma enorme surpresa, não só por desconhecer a história do maior ladrão de livros raros do país, mas também por ver que o mercado de obras raras existe por aqui e é um negócio extremamente perigoso.

Os primeiros incentivos de Laéssio para começar seus furtos foi quando apaixonou-se pela vida e obra de Carmem Miranda e não desistiu até conseguir ter a maior coleção de revistas, livros e recortes relacionados à cantora e atriz portuguesa radicada no Brasil. Porém, quando ele descobriu que suas pesquisas em acervos poderiam levá-lo a outro patamar financeiro, ele viu que aquilo seria uma grande oportunidade para "mudar de vida".


Com bons contatos ele conseguiu vender várias obras para ricaços (do Brasil, Argentina e Uruguai), que certamente não foram denunciados. Porém seus planos começaram a dar errado quando a polícia descobriu seu esquema de roubos e ele ficou marcado em todas as instituições como um risco para seus acervos.

Considerando a raridade de várias obras apresentadas durante o documentário, é perceptível que nossos acervos históricos não tem estrutura de armazenamento e muito menos de segurança necessárias para manter peças tão raras. Além disso, muitas dessas peças são únicas e não são cuidadas para manter nossa história viva.


Os diretores Caio Cavechini e Carlos Juliano Barros trouxeram uma narrativa diversificada para o documentário, que conta com entrevistas e passeios pelas ruas de São Paulo com Laéssio, gravações telefônicas, imagens de programas de TV que noticiaram suas prisões e conversas com especialistas, que participaram da resolução dos casos, além de funcionários de acervos e museus.

'Cartas para um Ladrão de Livros' não é só um documentário para relatar os erros na vida de Laéssio, mas também uma grande alarme de como nossas instituições não estão preocupadas em preservar e mostrar nossa história.

Cartas para um Ladrão de Livros | Crítica Cartas para um Ladrão de Livros | Crítica Reviewed by Lucio Pozzobon on 17:19:00 Rating: 5