Reprodução/Divulgação

[Filme] Harold

O filme que vou comentar hoje é “Harold”, que imagino que seja pouco conhecido pelo público em geral. Encontrei ele pois estava vendo os filmes que a Nikki Blonski (Hairspray), já tinha feito. Como não tinha visto esse filme resolvi arriscar.

O filme não é bom, mas também não é ruim. É o tipo de filme que, se algum dia passar na Globo, vai ser mantido durante muito anos na Sessão da Tarde.

A história mostra a vida de Harold, um garoto de 13 anos que, pela péssima genética, já é calvo. Claro, isso causa sempre uma má impressão entre as pessoas e ele não se esforça muito para ser notado pela sociedade ou simplesmente se adaptar a ela. Sua família era sua mãe, que sempre reclamava da vida por dizer que não era fácil cuidar de dois filhos sozinha e sua irmã, uma patricinha que quer ser popular a todo custo e a palavra shopping é quase um chamado ao Batman.

Quando sua mãe anuncia que vão se mudar, pois recebeu uma boa promoção e será melhor para toda a família, Harold começa a fazer drama, pois não quer sair da sua cidade natal, onde todos já estão acostumados com seu “jeito”. Ir para uma cidade nova naquele “estado”, poderia ser muito difícil. Sua irmã nem hesitou a dizer que não queria ir. Naquela cidade teria três shoppings para ela se divertir.

Depois de muitas brigas, Harold acaba indo para a nova cidade e começa a sua tentativa de adaptação. Lá conhece o grupo dos excluídos (nerds, esquisitos, estrangeiros e pessoas fora do peso) e o zelador do colégio, Cromer, que era a pessoa que mais colaborava com a resolução de seus problemas.

O filme não traz muita novidade para o estilo adolescente e mostra que seu único diferencial é a calvície de Harold, que poderia ser trocada por qualquer outra coisa que não trocaria o sentido da história (um garoto estrábico ou um garoto fora do peso ou sei lá, vocês devem conhecer muitos filmes assim).

O elenco é muito bom o que não colaborou foi a originalidade do filme. Claro que filmes adolescentes bons, são poucos e pelo jeito o último decente mesmo foi “A Mentira”.

[Filme] Harold [Filme] Harold Reviewed by Lucio Pozzobon on segunda-feira, outubro 24, 2011 Rating: 5

0 COMENTÁRIOS

Postar um comentário

comentários
DISQUS