Reprodução/Divulgação

'Objetos Cortantes', de Gillian Flynn


'Objetos Cortantes', foi o primeiro romance de Gillian Flynn, autora que ficou mundialmente conhecida pelo livro 'Garota Exemplar', lançados pela Editora Intrínseca.

Na história acompanhamos a jornalista Camille Preaker, que trabalha no jornal Chicago Daily Post. O jornal é pequeno, considerado o 4º mais vendido da cidade. Pensando em alavancar a audiência do jornal, seu editor Frank Curry convoca a garota para cobrir uma série de assassinatos em sua cidade natal, Wind Gap.

Camille não visitava a cidade a mais de 8 anos e tinha pouco contato com sua família. Ela não se sentia amada pela mãe, Adora, principalmente após a morte de sua irmã, Marian. Naquela época, quando tinha 13 anos, um dos efeitos da ausência da família e a tristeza da perda, foi que fez ela começar a se cortar. Camille escrevia palavras que a faziam lembrar de momentos ruins ou de como achava que era. Quando sua mãe descobriu, a levou para uma clínica de reabilitação, onde aprendeu a lidar com o problema e controlar a situação.

Em Wind Gap, a jornalista precisava investigar os principais casos: morte por estrangulamento, seguida da extração dos dentes de Ann e Natalie, duas jovens garotinhas. A história vinha assustando toda a cidade e o delegado responsável pela polícia local não sabia de muita coisa, alegando que o detetive Richard Willis, era o responsável pela investigação. Richard também não revelava muito sobre o caso, mas depois que começou a conhecer mais Camille ajudou a garota na composição de suas matérias.

Na casa da mãe, sua presença para a investigação não foi muito bem vista. Adora é daquelas mulheres que dá as boas vindas, porém pergunta quando a pessoa vai ir embora. Na mesma casa vivia seu padrasto Alan, que não fazia muita diferença em sua vida, e Amma, sua meia irmã que tinha atitudes muito estranhas. A garota se mostrava revoltada em grande parte do tempo, queria aparentar mais idade e participava de eventos dos alunos mais velhos da escola. Amma era assustadora em certos momentos, principalmente quando seus desejos não eram realizados.

Como precisava montar um perfil sobre as garotas mortas, Camille começou buscando as família, que contavam superficialmente suas histórias, normalmente desmentindo boatos e problemas mais graves. Isso fez com que ele buscasse outras fontes para tentar reunir o máximo de informações. Porém, ela começou a perceber que a ameaça da cidade poderia estar mais próxima do que ela imaginava e ela poderia ser uma próxima vítima, caso não agisse o mais rápido possível.



'Objetos Cortantes' é mais um livro que entra na minha lista de favoritos. Apesar de desconfiar já pelo meio do livro os possíveis responsáveis pelos assassinatos, a autora não perde a linha de criação e consegue deixar cada momento mais tenso. Com certeza será uma ótima leitura para os fãs de thrillers.

'Objetos Cortantes', de Gillian Flynn 'Objetos Cortantes', de Gillian Flynn Reviewed by Lucio Pozzobon on quinta-feira, março 26, 2015 Rating: 5
comentários
DISQUS