Reprodução/Divulgação

The Walking Dead na Comic Con 2015 | Resumo do painel


Cuidado, esse texto contém spoilers!

Na sexta-feira (10/07), o elenco e os produtores de The Walking Dead apresentaram o painel da série na Comic Con desse ano. Chamado como um “dos painéis mais aguardados do dia” eles não decepcionaram em nenhum momento.

Comandado pelo apresentador Chris Hardwick, o painel contou com a presença de membros da produção como Scott Gimple (showrunner, roteirista), Gale Anne Hurd (produtora), Greg Nicotero (produtor, diretor e chefe dos efeitos especiais) e David Alpert (produtor) e boa parte do elenco como Andrew Lincoln (Rick), Steven Yeun (Glenn), Melissa McBride (Carol), Danai Gurira (Michonne), Chandler Riggs (Carl), Michael Cudlitz (Abraham), Sonequa Martin-Green (Sasha) e Lennie James (Morgan).

O painel começou com o aviso de que Lauren Cohan (Maggie) e Robert Kirkman (criador) não iriam comparecer ao evento desse ano por motivos desconhecidos. Mas não houve tempo para lamentações, já que logo em seguida foi exibido um trailer eletrizante mostrando imagens inéditas da sexta temporada. Confira abaixo:


Logo após o trailer ser exibido é perguntado se Rick e Morgan teriam uma disputa, “Fica realmente esta impressão baseado no trailer que acabamos de ver. Eu diria que temos um público esperto que já percebeu que às vezes nós brincamos com os fatos apresentados nos trailers.” ele completa “É um fato, mas algo que fazemos apenas para manter uma boa experiência para todos. Rick absolutamente terá que encarar desafio, mas ao final da sexta temporada ele terá todo mundo ao seu lado.” Gimple ainda explica que a nova temporada vai “brincar bastante com o tempo”, enquanto que Greg Nicotero deixou claro que os zumbis estarão ainda mais detalhados, “beirando a total decomposição”, como visto no trailer.


Muitos fãs estão esperando que nessa sexta temporada seja introduzido o bando Wolves (Lobos, em tradução livre) já que tivemos um vislumbre deles na temporada passada, marcados em alguns Errantes (Walkers) e Morgan enfrentou dois membros do bando. “Os Wolves serão parte da sexta temporada, e eu espero que seja de uma forma que vocês não estejam esperando” conta Gimple.

Rick terminou a temporada em um dos maiores dilemas que já enfrentou na série. Além de ter que convencer Alexandria que eles devem mudar para sobreviverem no mundo atual, ele terá que dividir a confiança da cidade com Deanna (Tovah Feldshuh). Lincoln comenta um pouco sobre, “Eu acho que há um genuíno respeito entre os dois líderes. Em vários momentos nos últimos três ou quatro episódios nós vimos um homem restringindo seu instinto de liderar. Ele percebe que está entre pessoas inocentes que não têm nenhuma experiência lá fora” ele completa “Eu tomei um banho de tripas e sangue de zumbis no final da temporada quando estourei seus miolos e em seguida veio Peter, que matou Reg e eu no fim o matei”.

Danai Gurira conta o que Michonne acha do disfarce de Carol como dona de casa, “Eu adoro a Carol. Ambas têm suas táticas, mas as duas são o mais diferente possível. Ela entende que Carol está fazendo isso pelo bem do grupo. Mas não é a forma que a Michonne quer fazer as coisas. Ela não vai entrar em conflito com Carol por causa disso.” Ela também conta um pouco sobre a cena final de Michonne no último episódio da quinta temporada, “Na verdade foi bem fascinante. Ela tomou aquela decisão na quarta temporada de parar de ser uma pessoa isolada que pega dois zumbis de estimação e sai vagueando pela floresta”.


Após perder o irmão, Sasha vem enfrentando o lado mais negro da sua vida. Sonequa Martin-Green fala sobre o que espera para sua personagem nessa nova temporada, “Cura. Restauração. Ela chegou ao fundo do poço. Tem sido uma honra para eu interpretar alguém com Transtorno do estresse pós-traumático. É isso que se espera que haja luz no fim do túnel” ela finaliza “Espera encontrar uma razão para viver de novo e não apenas viver, mas prospera”.

Norman Reedus brinca quando perguntado o que ele faz pra entrar em seu personagem, “Muito Motorhead, muito café. Jogo muito CandyCrush, gasto centenas de dólares. Se vocês me mandarem vidas, posso jogar sem parar. É legal.” ele continua quando perguntam qual é o seu emoji favorito “Eu gosto do balão vermelho, uso bastante. Essa é a p*rra da minha pergunta? Todo mundo recebe esses questionamentos profundos e eu fico com emojis?”

Partindo pra um lado mais sério, ele responde qual é a temporada mais sombria para Daryl, “Temporada? Jesus… Muda todo o tempo. Na primeira eu meio que encontrei o personagem na primeira cena que apareci. Então eu comecei a confiar naquelas pessoas e tudo mudou. No último ano, quando Morgan aparece e Rick atira em um cara após aquela cena em que estava eu e Carol e então ele disse ‘vamos tomar a comunidade’, e quando eu cheguei ele estava atirando no cara, então o pensamento foi que era a hora da tomada” e ele deixa claro sobre Daryl nessa temporada “Ele não quer ter nada a ver com o subúrbio, mas encontrou um lugar para se encaixar. Um papel”.

Chandler Riggs fala um pouco sobre o que Carl sente de Alexandria, “Absolutamente. Acho que ele está tentando começar de novo e viver a vida do jeito que deveria ser.” Já sobre Enid, seu possível primeiro relacionamento na série, “Acho que Carl vê Enid como outra sobrevivente. Ela é uma das pessoas que estão naquele lugar, mas sabem como é o mundo do lado de fora. Ele pode obviamente se relacionar com ela e é o motivo dele gostar de estar lá fora com ela. Obviamente, estar em Alexandria é bem seguro, mas eu não sei como reagiriam”.

Quase chegando ao fim do painel, Melissa McBride explica um pouco sobre o que Carol sentiu com a morte de Tyresse, “Ela sente falta dele. Cada morte coloca mais lenha na fogueira. A fogueira é alimentada pela perda de pessoas. Ela não consegue ficar parada vendo pessoas morrerem. Ela está pronta para pagar o preço, ir para o inferno, quem sabe, para fazer o que puder para ajudar as pessoas”, mas realmente a parte mais difícil para Carol, segundo McBride “É manter as aparências”.

Para encerrar, Scott diz que o primeiro episódio da sexta temporada terá 90 minutos e pelo trailer poderemos esperar muitas surpresas, sangue, morte e reviravoltas.

The Walking Dead, a série mais assistida da TV a cabo, retorna em 11 de outubro de 2015 na AMC americana e em 12 de outubro na Fox Brasil.

The Walking Dead na Comic Con 2015 | Resumo do painel The Walking Dead na Comic Con 2015 | Resumo do painel Reviewed by Roberto de Carvalho Neto on segunda-feira, julho 27, 2015 Rating: 5
comentários
DISQUS