Reprodução/Divulgação

'Nós', de David Nicholls


'Nós', é o 4º livro de de David Nicholls e o sucessor do best-seller 'Um Dia'. Aqui no Brasil, lançado pela Editora Intrínseca. No livro vamos acompanhar as tensões de um relacionamento familiar.

Douglas é um bioquimico, casado há 25 anos com Connie, uma artista quando jovem e depois que ficou mais velha, cuida de uma galeria de arte. Ele conheceu a esposa em uma festa. Na época ele era o tipo de jovem tinha dificuldade de relacionamento com as pessoas. Douglas nunca sabia o que conversar e como agir. Quando conheceu Connie e viu que, apesar dela ser muito diferente dele, gostava de conversar com ele, ouvir sobre seu trabalho e isso o deixou animado.

"À medida que a natureza do meu trabalho mudou aquelas luzes vacilaram um pouco, mas, inicialmente, ela valoriza as inúmeras diferenças entre nós - arte e ciência, sensibilidade e bom senso - porque, afinal de contas, quem quer se apaixonar pelo próprio reflexo?" (p. 189)
Após um tempo namorando e logo depois morando juntos, Douglas e Connie casaram. E desse relacionamento nasceu Albie, o único filho do casal. Douglas sempre idealizou um relacionamento incrível de pai e filho, como se fosse um filme, mas Albie sempre foi mais conectado com a mãe. Assim o relacionamento de pai e filho sempre foi conturbado.

Um dia Douglas foi surpreendido com o pedido de Connie: o divórcio. Isso abalou muito sua mente. Para ele o relacionamento não tinha morrido, só tinha entrado na zona de conforto do tempo. Mas Connie não estava satisfeita. Ela queria mais aventuras, e para isso programou um tour pela Europa com o marido e filho por um mês. Essa seria, a princípio, a última viagem em família, já que Albie estava indo para a faculdade de fotografia e essa viagem ajudaria a estimular os talentos artísticos do filho.

A viagem reacendeu um pensamento em Douglas, de que o romance entre ele e Connie seria restabelecido ao passarem por pontos turísticos que já tinham gravados na memória. Além disso esperava criar um laço mais forte com o filho para manter um bom relacionamento no futuro.

"A familiaridade, a globalização, as viagens baratas, o mero cansaço haviam diluído nossa sensação do exterior. A cidade estava mais familiar do que queríamos que fosse e, enquanto caminhávamos em silêncio, parecia ser necessário algum esforço para lembrar a Connie do quanto costumávamos nos divertir, e de quanto poderíamos vir a nos divertir no futuro" (p. 69)

O livro faz uma mistura de momentos atuais, durante a viagem, e lembranças de Douglas, durante a juventude, onde conhecemos um pouco do início do relacionamento com Connie. O que ficou do livro é que muitas vezes, ao ficarmos mais velhos, perdemos um pouco do romance nos relacionamentos. Conhecer demais as pessoas pode acabar ressaltando mais os defeitos do que as qualidades. E se isso não for debatido entre um casal, família ou amigos, pode causar muitos problemas.

Percebo que 'Nós' é um livro planejado para um público mais adulto, que já passou por experiências parecidas em sua vida. Ele acabou carregando o karma de ser melhor que o antecessor, e para mim, ele é. Os personagens são mais densos, assim como sua narrativa. É preciso olhar este livro pensando nas situações expostas, características de seus personagens. Não tentando encontrar os personagens de 'Um Dia'. É um livro que recomendo e posso dizer que a cada vez mais fico fã do David Nicholls.

'Nós', de David Nicholls 'Nós', de David Nicholls Reviewed by Lucio Pozzobon on sábado, abril 02, 2016 Rating: 5

0 COMENTÁRIOS

Postar um comentário

comentários
DISQUS