Reprodução/Divulgação

This Is Us - 1ª Temporada | Crítica


'This Is Us' é a série dramática do canal NBC, produzida por Dan Fogelman (Amor a Toda Prova) exibida no Brasil pela Fox LifeFox Premium e, ainda esse mês, pela Amazon Prime.

A primeira temporada tem 18 episódios e foi indicada a 10 categorias no Emmy Awards, levando 2 prêmios na categoria de Melhor Ator de Drama, com Sterling K Brown, e Melhor Ator Convidado, com Gerald McRaney. Após a exibição do piloto da série ela foi renovada para 2ª e 3ª temporada.

Na história são apresentadas duas cronologias, alternando entre passado e presente da vida de três irmãos, Randall, Kate e Kevin que fazem aniversário no mesmo dia. Eles formam o "grande trio". Os pais Rebecca (Mandy Moore, 'Um Amor para Recordar') e Jack (Milo Ventimiglia, 'Gotham') um lindo casal que passam por dificuldades no parto de trigêmeos. Acompanhamos a infância deles e a vida adulta, sempre mostrando o ponto de vista de cada um. Pode parecer confuso, porém é tudo muito bem amarrado e fácil de compreender.


Randall (Sterling K Brown, 'The People Vs OJ Simpson') é um empresário de sucesso, casado, pai de família e está em busca do seu pai biológico. Kevin (Justin Hartley, 'Revenge') é um famoso ator de sitcons e não aguenta mais fazer o papel de "gostosão" em comédias ruins. Kate (Chrissy Metz, 'Entourage') é sua assistente pessoal, e é muito unida ao irmão, e acabam sempre dependendo um do outro. Kate tem problemas de auto estima e luta contra a obesidade mórbida. Kevin nunca tratou Randall bem, os dois sempre brigavam e a relação dos dois adultos é quase inexistente. 

A cada episodio acompanhamos a vida dessas pessoas, mostrando laços familiares. Como uma família de classe média pode criar três filhos? Como é a vida de uma família branca que adotou uma criança negra nos anos 80? Como sair da zona de conforto? E a pressão da sociedade?

Cada episódio adiciona aos poucos algumas informações sobre a família e os personagens, criando ainda mais expectativas e mistério, criando um ritmo investigativo tornando ainda mais rica a construção dos personagens.


'This Is Us' não é apenas mais uma série de drama, ela vai muito além disso. Ela se aproxima muito da realidade, abordando temas de peso com veracidade e uma pitada de delicadeza, talvez por isso emocione tanto o expectador.

As explicações vem de forma gradual no decorrer dos episódios, o grande trunfo da série e ao mesmo tempo seu diferencial é a narrativa que entrega um roteiro excelente, onde as frases ditas no passado, se encaixam perfeitamente nos diálogos do presente criando ainda mais um impacto emocional.

A série foi conquistando mais e mais pessoas a cada episódio, somando em média mais de 12 milhões de espectadores, só nos EUA. Não era pra menos, com uma ótima fotografia e trilha sonora, que mistura músicas dos anos 80 e música atual, garantem o sucesso da série.



A química do elenco é maravilhosa! Torcemos, choramos e nos apaixonamos na mesma hora que Rebecca e Jack trocam os primeiros olhares. A química entre os atores é tão evidente em cena que ambos conseguem mostrar o quanto estão confortáveis nos personagens. Não é a toa que Sterling e Milo foram indicados ao Emmy.

'This Is Us' consegue tocar no fundo da alma, mostrando dramas íntimos, conflitos internos que enfrentamos todos os dias. Discutindo o valor da família que não está nos padrões da sociedade tradicional, compartilhando alegrias e lágrimas sendo uma série de tv e ao mesmo tempo representando todos nós. A nossa vida.

This Is Us - 1ª Temporada | Crítica This Is Us - 1ª Temporada | Crítica Reviewed by Cintia Milanez on quarta-feira, setembro 20, 2017 Rating: 5

0 COMENTÁRIOS

Postar um comentário

comentários
DISQUS