Reprodução/Divulgação

O que aconteceu e o que está por vir na Editora Novo Conceito?

A Novo Conceito foi uma das editoras brasileiras mais vendidas e comentadas no período de 2009 a 2015, com uma grande lista de títulos nacionais e internacionais (que incluíram Nicholas Sparks, Emily Giffin e Lucinda Riley no circuito nacional), participações em eventos (sendo um ponto de encontro e referências nas Bienais do Rio e São Paulo) e contato com o público. Sem contar que foi uma das editoras que incentivou outras a investir em parcerias com blogs e criadores de conteúdo. Inclusive, foi nossa parceira por vários anos.

Durante um período a Editora diminuiu drasticamente o número de lançamentos (que por muitas vezes eram lançados com foco inicial no digital) e muitos dos seus autores migraram para outras editoras. Nessa semana, conversamos com Fernando Baracchini, presidente da Editora Novo Conceito, e ele contou um pouco sobre as mudanças e novidades que estão chegando.

O que aconteceu com a Novo Conceito?

Durante o período de 2009 a 2015, compramos uma grande quantidade de títulos internacionais e, com a crise iniciada no Brasil, nosso fluxo e nossa estratégia foram fortemente atingidos. Infelizmente, tivemos que diminuir drasticamente os lançamentos e reestruturar toda a Editora. Algumas ações de marketing e relacionamento com leitores e blogueiros formadores de opinião, que foram nossa marca, tiveram que ser reduzidas, mas já começamos a nos reestruturar e estamos voltando, com parcimônia às estratégias que nos consolidaram no mercado entre as 5 maiores editoras do País.

Nos últimos meses já percebemos uma movimentação diferente da Editora nas redes sociais, principalmente com a apresentação de novos títulos para o mercado editorial nacional. Como está sendo essa retomada e como foi a escolha dos lançamentos?

Após este período de reestruturação, a partir do segundo semestre de 2018 começamos a nossa retomada, o que coincidiu com a crise das duas maiores redes de livrarias, Saraiva e Cultura. Este fato obviamente faz com que nosso retorno seja ser mais lento e cuidadoso do que planejávamos, mas estamos otimistas quanto ao futuro. Uma das nossa ações para tentar ajudar a estimular o mercado editorial foi a nossa campanha #TODOSJUNTOSPELOLIVRO, que circula pelas nossas redes sociais estimulando o público a produzir vídeos manifestando a importância dos livros em sua vida e compartilhando a intenção de comprar livros de presente de Natal.


Quanto aos lançamentos, a escolha vem sendo feita de acordo com alguns critérios de nosso Editorial e as tendência de mercado, inovando, mas sempre mantendo como base a linha que estamos acostumados a trabalhar.

Um dos grandes focos editoriais da Novo Conceito foram os romances, best-sellers e apostas de novos autores, muitas vezes sugeridos pelo público. O foco continua esse ou já existe uma nova visão, devido as mudanças do mercado editorial?

Nosso DNA continua sendo romances, best-sellers e apostando bastante em novos autores nacionais e internacionais, inclusive estamos apostando bastante em alguns novos talentos, como Luiza Berard, uma alagoana que escreve o romance histórico 'Nas montanhas do Marrocos' (lançado em dezembro), gênero pouco comum entre escritoras nacionais, e Romulo Felippe, autor que se destacou com a literatura fantástica medieval em 2017 e 2018, e lança com a Novo Conceito 'O Farol e a tempestade', em março de 2019.

Sobre os autores nacionais, como estão as movimentações para lançamentos de novos livros ou autores? Voltaram a receber originais?

Estamos recebendo grande volume de provas e analisando os próximos lançamentos para 2019, com grande expectativa.

O que podemos esperar da Novo Conceito em 2019? Lançamentos, autores, propostas/selos editoriais, participações em eventos?

Que estamos de volta, bastante confiantes, retomando o nosso trabalho e nosso espaço no mercado editorial brasileiro e nas estantes e nos corações de nossos leitores e blogueiros parceiros.

Agora é só acompanhar as novidades dos próximos meses. Na sequencia você encontra os últimos livros lançados pela Novo Conceito.

'A Filha do Pântano', de Franny Billingsley
(Tradução: Camila Fernandes)


'O Que Você Gostaria de Fazer Antes de Morrer?', de Duncan Penn,‎ Jonnie Penn,‎
Dave Lingwood,‎ Ben Nemtin


(Tradução: Maria Angela Amorim de Paschoal)


'Nas Montanhas do Marrocos', de Luisa Bérard

O que aconteceu e o que está por vir na Editora Novo Conceito? O que aconteceu e o que está por vir na Editora Novo Conceito? Reviewed by Lucio Pozzobon on quarta-feira, dezembro 12, 2018 Rating: 5

0 COMENTÁRIOS

Postar um comentário

comentários
DISQUS