Reprodução/Divulgação

'Amy, minha filha' | A emocionante biografia de Amy Winehouse, escrita por seu pai


Amy, minha filha’, é uma biografia lançada em 2012 pela Editora Record. O autor é Mitch Winehouse, o pai da cantora Amy Winehouse que faleceu em 2011. Durante as 348 páginas, Mitch fala sobre Amy de uma maneira amável e mostra como foi a vida da cantora desde o nascimento de sua filha, o auge do sucesso que conquistou milhões de fãs e o triste momento da perda.

O livro é realmente feito para o fã, pois conta desde as dificuldades para o estrelato, como foi o período em que lançou seu primeiro disco ‘Frank’, como começou seu relacionamento com as drogas e principalmente como seu marido ‘colaborou com a tragédia. Isso é um ponto bem claro  no livro, que Mitch não gostava de Blake. Até por isso que ele não apresenta o mesmo ‘carinho’ pelo disco ‘Back to Black’ como para ‘Frank’, já que as músicas foram inspiradas nessa relação.

O que podemos ver durante todo o livro é que ele nunca desistiu da filha e sempre fez de tudo para deixar Amy fora das drogas ou alcoolismo. A cantora foi internada inúmeras vezes na London Clinic, mas sempre tinha recaídas após a ‘alta’. Uma pessoa, que fez falta durante o desenvolver do livro foi a mãe de Amy. Ela e Mictch estão separados a muitos anos, mas em todos os momentos mais importantes, que ela poderia ter colaborado, ela simplesmente desapareceu.

No livro ele ainda conta um pouco sobre o sucesso da cantora pelo mundo e fala sobre sua passagem ao Brasil. Mitch conta que Amy adorou o país e os cinco shows que realizou aqui. Amy ficou encantada com o público e com a paisagem.

Para complementar no centro do livro temos várias fotos de Mitch e sua família. Amy aparece desde bebê até as apresentações de maior sucesso. Além disso, temos bilhetes que acompanharam presentes para ele e que demonstram todo o amor que a filha sentia pelo pai.


Quando li deu para perceber o quanto deve ter sido difícil situar toda a vida de Amy, não como cantora, mas como filha. Com certeza não foi a coisa favorita que Mitch fez, mas ele viu a necessidade de contar como realmente era Amy, fora dos holofotes e da imprensa sensacionalista.

Assim como milhares de astros da música, Amy será lembrada pelo seu ótimo trabalho como cantora por várias gerações. E claro, rendendo especiais para TV, discos com músicas que não chegaram a ser finalizadas e talvez um futuro filme. A estrela dela nunca irá parar de brilhar.

'Amy, minha filha' | A emocionante biografia de Amy Winehouse, escrita por seu pai 'Amy, minha filha' | A emocionante biografia de Amy Winehouse, escrita por seu pai Reviewed by Lucio Pozzobon on domingo, julho 07, 2013 Rating: 5
comentários
DISQUS