Reprodução/Divulgação


'Crazy Sexy Cool: The TLC Story' é um filme biográfico produzido pelo canal VH1 para contar a história da girlband de R&B mais famosa dos anos 90, TLC. No elenco temos Keke Palmer (Chilli), Drew Sidora (T-Boz) e Lil Mama (Left Eye).

Como em quase todo filme biográfico musical, vemos T-Box e Left Eye em busca de seu sonho. As duas queriam ter um grupo de garotas que apresentassem uma mistura de hip-hop com R&B, e que não precisassem mostrar o corpo para atrair o público. Foi assim que apareceu uma oportunidade na LA Face, a gravadora do conhecido produtor americano L.A. Reid (que já foi jurado do The X Factor USA). Naquele momento, quem administraria a carreira das garotas seria sua mulher, a cantora Pebbles.

Na primeira tentativa, uma amiga de T-Boz participou do grupo, mas seu estilo comprometia com a qualidade que a gravadora esperava e esta foi dispensada. Como eles achavam que só as duas não dariam conta do recado, seria necessário realizar a busca de uma garota para complementar o grupo. Neste meio tempo, Pebbles foi vistar um coreógrafo e lá encontrou Rozanda que aproveitou o momento de seu intervalo no ensaio para se apresentar e mostrar que não era só uma dançarina, ela sabia cantar também. Quando foi embora, a produtora entrou em contato com Rozanda e a chamou para um teste no estúdio. Logo ao conhecer T-Boz e Left Eye, as três tiveram uma ótima interação e fizeram alguns passos de dança juntas (quer seria sua primeira coreografia de sucesso, em 'What About Your Friends'). Na apresentação final para L.A. Reid, Rozanda virou Chilli e assim o TLC estava completo.

Só que elas não poderiam achar que tudo seria fácil a partir da aprovação do chefe. Apesar do grande sucesso, os milhões de discos vendidos e turnês esgotadas, o grupo dificilmente via o dinheiro, pois tudo era desviado de acordo com as imposições de Pepples. O contrato que assinaram deixou elas mais endividadas do que ricas. Foi assim que as três fizeram questão de conversar pessoalmente com o dono da gravadora e mostrar que algo estava errado e queriam que o contrato fosse alterado. Mas mesmo assim, muito processos rolaram até que tudo acontecesse como elas queriam e conseguirem um novo empresário para guiar suas carreiras.

Na vida pessoal das integrantes, T-Boz tinha problemas de saúde e seguidamente era internada, o que fez todas as turnês do grupo ter uma pequena pausa entre os shows para que ela pudesse recuperar-se e voltar aos palcos.

Chilli ficou grávida de um dos produtores do estúdio em que gravavam, só que a recepção dele à notícia não foi nada boa e a relação dos dois foi um grande vai e volta.

Left Eye se casou, mas logo descobriu que seu marido a traia e por isso colocou fogo na mansão onde moravam, o que a fez ser presa. Nesse período ela escreveu muitas músicas e trouxe um repertório quase completo quando teve a liberdade. Porém, Left Eye sempre foi a mais problemática. Seu envolvimento com bebidas e drogas afetaram um pouco a imagem do grupo, já que muitas vezes as informações eram generalizadas as três.

Nesse entremeio dos problemas de Left Eye que o grupo começou a perder as forças. Chilli e T-Boz lutavam para lançar novas músicas e uma nova turnê, mas a colega de banda era muito relutante e afirmava que não tinha mais liberdade criativa dentro do grupo. Assim, logo após anunciarem o novo disco e turnê, Left Eye avisou as garotas que seria a última vez em turnê com o grupo, já que seguiria em carreira solo e precisa tirar um tempo para si, em um de seus retiros espirituais.

A turnê aconteceu e oportunidades de alongar ela por mais alguns meses surgiram, só não aconteceram pois Left Eye não cedeu a sua ideia inicial. Assim, a '3D Tour' teve um fim. Só que o fim não foi só da turnê. Durante seu retiro, Left Eye sofreu um acidente de carro e morreu na hora. O choque foi muito grande para as garotas e principalmente para os fãs que aguardavam as novidades do grupo. Mesmo com apoio da família, amigos e a gravadora, T-Boz e Chilli fizeram uma grande pausa em suas carreiras. Nenhum dos vários prêmios que receberam iria preencher o vazio que Left Eye deixou no grupo. Pode-se afirmar que ela era a alma do TLC.

Após isso nada mais foi lançado de novo, somente coletâneas com as músicas mais pedidas e lembradas e DVDs com os principais clipes. Porém com o convite do VH1 esse filme foi feito e na trilha sonora do filme foi lançada uma nova música 'Mean To Be', que serve como referência a expressão que elas sempre falavam antes de subir ao palco: "TLC! MTB!".



O filme é uma grande homenagem ao grupo e principalmente a Left Eye, que morreu durante a gravação de um documentário sobre sua vida, também para o VH1. Como o roteiro e a produção do filme foi supervisionada por T-Boz e Chilli, podemos perceber que houve um grande cuidado na apresentação das informações, figurinos, maquiagem e na regravação dos clipes e coreografias.



Em 21 de outubro, quando foi exibido pela primeira vez, foi o programa mais assistido da TV paga americana e liderou a lista de downloads de filmes durante a primeira semana. Isso fez com que o VH1 exibisse ele mais vezes do que esperavam entre outubro e novembro, à pedido do público.

Eu sinceramente achei um ótimo filme biográfico que pode servir de exemplo para outras bandas que queiram apresentar sua história, sem usar um caráter documental com entrevistas e depoimentos. Outro ponto é que virei um grande fã da banda. Conhecia algumas músicas pela rádio, mas nunca tinha buscado mais a fundo a carreira e história musical. Após o filme, escutei toda a discografia e recomendo a todos que façam o mesmo, pois ela complementa muitos fatos da história.

Infelizmente, o filme ainda não foi anunciado pelo VH1 Brasil, mas seria um ótimo entretenimento para os apreciadores da música. Lembrando que, até o momento, esse filme está disponível via iTunes, sem legendas em português.

CrazySexyCool: The TLC Story CrazySexyCool: The TLC Story Reviewed by Lucio Pozzobon on 16:53:00 Rating: 5