Reprodução/Divulgação


"O Maravilhoso Agora", de Tim Tharp, lançado no Brasil pela Editora Record, conta a história de Sutter Kelly, um adolescente prestes a terminar o Ensino Médio e como todo o jovem tem dúvidas sobre seu futuro. Só que ele resolve seguir um caminho diferente: ele transforma sua vida em um "maravilhoso agora" em que a bebida e as festas são os principais elementos de sua vida.

Logo no início, é apresentado o seu relacionamento com Cassidy. O desejo dela é um namorado perfeito que não seja tão esquecido e descuidado como Sutter. Só que ela não consegue deixar de gostar do que ele realmente é, mas Sutter não facilita as coisas quando ele não presta atenção no que Cassidy diz e pisa na bola, pela última vez.

Seu melhor amigo, Ricky é um pouco mais centrado que Sutter, mas muitas vezes entra na onda para não ficar pra trás. E Sutter está cansado de ver o amigo sem namorada e por isso consegue armar um encontro com Bethany. Claro, ele estava a tanto tempo sozinho, que o primeiro relacionamento que surgiu, ele agarrou com "unhas e dentes". E apesar de ver a felicidade do amigo, Sutter sente-se sozinho, afinal, Ricky está dedicando muito tempo a namorada.

Depois de uma noite de muita bebedeira e dirigindo fora de seus limites, Sutter acorda em um quintal. Lá encontra Aimee, uma garota de sua escola que não é popular e que ele vê como uma oportunidade de fazer uma pequena transformação em sua vida. Aimee é muito tímida e desajeitada, mas é muito estudiosa e faz tudo o que pode para ajudar sua mãe na entrega dos jornais todas as manhãs.

Só que Sutter disse a Ricky que não ia se apaixonar por Aimee. Ele queria o bem dela, pois via que a mãe explorava demais a garota e impedia de seguir seus sonhos e vontades. Mas como já é de se esperar, não é bem isso que acontece.

"O Maravilhoso Agora" foi um livro que me surpreendeu, por apresentar personagens bem caracterizados e uma história muito bem montada. O autor soube expressar todas as dúvidas dos personagens sem parecer que era uma visão de um adulto. Outro aspecto importante que ajudou no desenvolvimento foram os capítulos curtos que aceleram as histórias apresentadas.

Lembrando que o livro ganhou uma grande visibilidade nos dois últimos anos graças a adaptação cinematográfica, que tem no elenco Miles Teller ("Divergente") e Shailene Woodley ("Divergente" e "A Culpa é das Estrelas"). O elenco foi um grande chamariz para o filme, mas também teve uma ótima adaptação do livro. Comparando os dois, posso dizer que minha visão mental dos personagens do livro foi bem diferentes das apresentadas no filme. E agora, um momento spoiler: eu achei o fim do filme melhor que o do livro, ou seja, vale a pena ler o livro e assistir o filme na sequência.

O Maravilhoso Agora, de Tim Tharp O Maravilhoso Agora, de Tim Tharp Reviewed by Lucio Pozzobon on 22:06:00 Rating: 5