Reprodução/Divulgação

'O lar da Srta. Peregrine para crianças peculiares', de Ransom Riggs


Antes de qualquer coisa: se você, assim como eu, está querendo ler esse livro achando que se trata de uma história de terror/suspense, esqueça. 'O lar da Srta. Peregrine para crianças peculiares', do autor americano Ransom Riggs, é um livro de fantasia leve e super gostosinho de ler. Tenha isso em mente, pois você pode se decepcionar (ou não, assim como eu!).
Quando alguém não o deixa entrar, você acaba parando de bater. Entende o que quero dizer? 
No primeiro livro da trilogia, acompanhamos Jacob Portman em aventuras pelo País de Gales em busca da história de seu avô. Jacob é um garoto comum (e até sem graça), tranquilo, com poucas amizades, de família rica dona de uma rede de farmácias, leva uma vida sossegada e cresceu escutando as histórias fantásticas e fascinantes contadas pelo avô Abraham Portman (ou Abe), polonês que sobreviveu a Grande Guerra Mundial. Os relatos de Abe eram sobre monstros e crianças com habilidades especiais como flutuar, ser invisível, força descomunal e soltar fogo pelas mãos que moravam em uma ilha onde ele jurava ter vivido também.

À medida que vai crescendo, Jacob passa a não acreditar mais nas histórias do avô, considerando-as lendas ou alucinações. É com a morte dele que as coisas começam a mudar na vida do garoto que, procurando entender as últimas palavras de Abe, vai atrás do passado do avô e muda completamente seu futuro e sua história. Como um último adeus, Jacob parte em busca da ilha, suas histórias e seus moradores. Descobre os escombros do orfanato onde o avô viveu quando jovem, explora ruínas e percebe que as histórias de Abe eram reais e as crianças muito mais que especiais. Assim somos apresentados ao mundo dos peculiares.
Às vezes tudo o que você precisa fazer é cruzar uma porta.
O livro é bom, de leitura fácil e bastante criatividade. Eu particularmente não gosto do gênero fantasia/ ficção, mas esse me prendeu. Os acontecimentos, apesar de ser um tema já conhecido, não são forçados. A primeira parte do livro é de pura ambientação, apresentação da história, dos personagens e na segunda parte é onde a história principal é trabalhada. Os capítulos são bem construídos, os personagens simpáticos e o final fica em aberto, fazendo um link com o segundo livro da série. O livro é recheado de fotos que o autor encontrou em sebos, antiquários e brechós e serviram de plano de fundo para a história. 

Outro ponto positivo da história são os traços paralelos com a realidade. Nele são apresentados como as diferenças incomodam as pessoas e o quanto aqueles que não se encaixam no “padrão” precisam esconder sua personalidade e características para sobreviver. Para isso, o autor utiliza a Europa de 1940 durante a Segunda Guerra Mundial como ambientação, época em que os diferentes sofreram com essa perseguição. O livro é muito bom e vale a leitura!


Compre 'O lar da Srta. Peregrine para crianças peculiares'

'O lar da Srta. Peregrine para crianças peculiares', de Ransom Riggs 'O lar da Srta. Peregrine para crianças peculiares', de Ransom Riggs Reviewed by Maiara Lima on 11:01:00 Rating: 5