Reprodução/Divulgação

Inquetos | Simples e emocional

Inquietos” apresenta uma história simples, bonita e emocional, já contada outras vezes, mas o elenco mostra uma perspectiva diferente dos acontecimentos.

Annabel (Mia Wasikowska) e Enoch (Henry Hopper) são dois adolescentes que se conhecem em um velório, coisa pouco comum a pessoas com essa idade gostarem de frequentar.

Enoch visitava frequentemente velórios por que estava sentindo falta de algo, após perder seus pais em um grave acidente de carro. Como estava junto no acidente e ficou em como durante um tempo, não teve a chance de dizer adeus. Quando acordou ele só tinha sua tia, que estava vindo para sua cidade para cuidar dele e deixando Seattle. Foi expulso da escola após uma briga e não tinha vontade de fazer mais nada, além de comparecer a velórios e jogar batalha naval com seu amigo/fantasma Hiroshi.

Annabel, ou Annie, também estava visitando vários velórios, mas a principal causa é que ela ia ver seus “companheiros de leito” já que estava muito doente e sua principal preocupação era esperar o dia que não estaria mais viva.

Após se conhecerem surgiu uma rápida amizade que se transformou em paixão. Uma paixão diferente, que aparentemente estava claro para Enoch que ela não estaria mais com ele em pouco tempo. Porém, era somente uma ilusão. Quando Enoch viu que as chances de Annie sobreviver eram mínimas, o desespero bateu e viu que mais uma vez ele estava ficando sozinho.

A “missão” de Annie era mostrar que ele nunca ficaria sozinho, se quisesse lembrar dos bons momentos que passaram juntos.


“Inquietos” foi lançado ano passado e teve muitas criticas positivas e negativas. Na verdade fui descobrir isso hoje, após assistir o filme e começar a pesquisar o que os “sites especializados” achavam sobre o filme. Olha, acho que os diretores, produtores, elenco, etc., tem sorte de não saber português, por que existem alguns comentários que destroem a narrativa de um filme inteiro só por que o diretor, Gus Van Sant, resolveu trabalhar com uma temática diferente.


Pra deixar bem claro, achei o filme bom, mas não chega a ser o melhor drama adolescente já feito. Só acho desnecessário "destruir" o trabalho dos outros por que você não gostou.

Inquetos | Simples e emocional Inquetos | Simples e emocional Reviewed by Lucio Pozzobon on terça-feira, fevereiro 21, 2012 Rating: 5

0 COMENTÁRIOS

Postar um comentário

comentários
DISQUS