Reprodução/Divulgação

'Não sou uma dessas', de Lena Dunham


O livro 'Não sou uma dessas' é o primeiro da atriz, roteirista e escritora Lena Dunham, lançado no fim de 2014 pela Editora Intrínseca.

Preciso confessar que não conhecia o trabalho da autora antes do livro (nem como colunista de jornais ou pelo seu trabalho na série 'Girls' da HBO).

Não sou uma dessas é um livro e crônicas que apresenta vários momentos da vida e Lena. E não se engane, apesar da capa com letras cor de rosa, o livro não fica limitado ao publico feminino. Ele é feito para jovens como Lena ou pessoas que gostam de rir com um bom livro.

Dividido em 5 partes conhecemos um pouco de seus relacionamentos amorosos, como Lena descobriu o amor e o sexo (tanto o ato sexual, como a sua sexualidade); como começou a aceitar seu corpo (e vivendo com varias dietas malucas); como é manter amizades durante muito tempo (um exemplo é Joana Avillez, a ilustradora do livro); a exposição durante o trabalho e como é ser uma mulher que busca o que quer.

Com uma linguagem muito simples e ilustrações que definem o perfil cômico da autora o livro é incrível e não tem como parar de ler. Selecionei alguns trechos favoritos para compartilhar:

Sobre morrer:
"Para mim, dormir era como morrer. Qual era a diferença entre
fechar os olhos e perder a consciência e morrer?" (p. 31)

Como lidar com a morte:

"Quando uma amiga da minha mãe que eu não conhecia muito bem morreu,
comi um panini imenso, usando o luto como desculpa." (p. 107)

Sobre o fim de um relacionamento:

"Você vai descobrir que é um pouco charmoso ter o coração partido." (p. 169)

Sobre sua vida na escola:

"Ele me disse que as crianças populares nunca se tornam adultos interessantes
e que as crianças interessantes nunca eram populares." (p. 194)

O certificado da sua universidade (p. 200)

Sobre envelhecer:
"Mal posso esperar para chegar aos oitenta anos.
Para poder ter um 'conjunto da obra' - ou ao menos uma 'filmografia'." (p. 228)

Outro ponto incrível são as listas que Lena cria, como "10 razões por que eu amo Nova York" e "Minhas 10 maiores preocupações com saúde". Tudo em um estilo BuzzFeed que adoramos. Como complemento do livro, Lena criou o #AskLena. Usando a hashtag você envia uma pergunta para a autora e ela responde algumas delas em vídeos. Alguns dos vídeos já foram traduzidos e você pode conferir no youtube da Intrínseca ou todos eles no canal oficial.




Lena transformou-se em uma das minhas novas paixões de Hollywood. Por essa paixão, fiz um maratona incrivelmente rápida da série "Girls", para poder acompanhar os episódios inéditos que estavam chegando. Acho que o maior aprendizado que Lena deixa é que não precisamos ser perfeitos e muito menos legais a todo momento para sermos bem vistos por todos. Só precisamos ser nós mesmos.

'Não sou uma dessas', de Lena Dunham 'Não sou uma dessas', de Lena Dunham Reviewed by Lucio Pozzobon on quarta-feira, janeiro 14, 2015 Rating: 5
comentários
DISQUS