Reprodução/Divulgação

BGS 2015 | Star Wars Battlefront, Rise Of Tomb Raider, Phil Spencer e muito mais!


Do dia 8 ao dia 12 de outubro ocorreu em São Paulo o maior evento de games da América Latina, a Brasil Game Show, mais conhecida como BGS. Durante quatro dias, algumas das maiores empresas apresentam suas novidades e o público tem a oportunidade  de testar jogos que ainda nem foram lançados no mercado.

Esse ano pude participar desse enorme evento e vou contar a você que acompanham o All POP Stuff tudo o que rolou por lá.

Marcando presença, os maiores estandes sem dúvida eram da MICROSOFT e SONY.

Títulos como HALO 5, STAR WARS BATTLEFRONT, RISE OF TOMB RAIDER, STREET FIGHTER 5, ASSASSINS CREED SINDYCATE, ROCK BAND, NEED FOR SPEED e muitos outros foram apresentados.

Abaixo detalho alguns jogos que tive a oportunidade de testar:



Comecei a feira optando pelo jogo mais aguardado por mim nesses últimos meses: Star Wars Battlefront. O jogo estava disponível no estande da Warner em vários computadores, e no estande da Sony em seus consoles. Falar de Star Wars após jogá-lo por alguns minutos é um misto de felicidade com ansiedade por voltar a por as mãos no controle novamente e mergulhar de cabeça nas batalhas proporcionadas pelo jogo.

O nível gráfico é a primeira coisa que nos surpreende, brilho, sombras, partículas, tudo, absolutamente tudo é extremamente detalhado e os primeiros minutos você arrisca ficar parado no meio do campo, girando sua câmera e observando aquele cenário arrebatador, caso você não seja alvejado por um tiro do inimigo, é hora de correr e entrar na batalha.

O Game não terá modo campanha single-player, por isso os modos multiplayer online do jogo serão bem variados para segurar o jogador por bastante tempo.

Saindo de lá cruzei direto para o estande da Microsoft onde Rise of Tomb Raider e Halo 5 me aguardavam.



Como o primeiro dia é dedicado a imprensa e VIPS, as filas não eram um grande problema, mas a ansiedade por testar os títulos faziam os minutos parecerem intermináveis.



Em uma sala com aproximadamente 20 consoles, podemos testar uma partida multiplayer de HALO 5 GUARDIANS.

Halo é marca consagrada do Xbox e mais uma vez fará bonito quando for lançado em 27 de outubro desse ano. Halo 5 tem um sistema multiplayer de desbloqueáveis e níveis, algo parecido com o que já vimos em COD e BF4. Existem armaduras, armas e itens que podem ser desbloqueados com o progresso normal do jogo ou com dinheiro de verdade.





Acabando HALO, parti em busca do explorador interior que existe em cada um de nós, e para isso, e para isso, nada melhor que contar com a ajuda de Lara Croft.


45 minutos de fila depois, tivemos acesso a breves 10 minutos desse exclusivo do XboxOne (até meados do final do ano que vem, quando o jogo também ira para o PS4), mas confesso que só de pensar em jogar essa belezura um ano após seu lançamento é algo que faz a alma gamer sangrar.



Tudo aquilo de bom que vimos em TOMB RAIDER continua aqui, entretanto agora é notável que a CRYSTAL DYNAMICS buscou expor todo o potencial do Xone. Os gráficos minuciosamente detalhados nos deixam de queixo caído. Se o primeiro jogo era lindo, esse é um forte candidato ao mais belo jogo do ano. Cada detalhe foi analisado e nada foi deixado de lado, a física que age no cabelo de Lara reage de acordo com cada local que ela passa, balanço, peso, sujeira, água, todos esses detalhes influenciam no todo e o resultado é impressionante.

A exploração do jogo não teve muitas mudanças daquilo que vimos no anterior, Lara ainda utiliza a picareta para abater inimigos, escalar entre outras ações. O “sentido aranha” também está la, quando meio perdidos e sem direção, basta pressionar o analógico direito que a tela mostra um leve pulsar em preto e branco  que aponta para seu possível destino.

A IA dos inimigos está melhor que no jogo anterior, para isso, análise do local e do seu inventário é essencial para se dar bem, não adianta sair de peito aberto para enfrentar inimigos porque é morte certa, afinal é Lara Croft e não Chuck Norris.

O jogo chegará totalmente em português, infelizmente na demo que testamos essa opção não estava disponível, contando apenas com as legendas em português.

Sai da sala de testes de ROTB e quem está atrás de mim?

Phil Spencer, diretor-chefe da divisão Xbox e executivo da Microsoft.

Quase tive um infarto e num acesso de coragem+cara de pau, estendi a mão e cheguei com um “Hi Phil, it's a pleasure finally to meet you”, instantaneamente ele me cumprimentou e dai partimos para um papo totalmente descontraído como se nós fossemos amigos de longa data, tirou várias fotos comigo, fez SNAP e respondeu várias questões minhas.




Pedi durante o Snap que ele enviasse uma mensagem para os Fãs do Xbox aqui no Brasil, o que ele fez sorrindo. Foi o ápice da feira para mim. Ter contato direto e simples assim com alguém do topo da cadeia da Divisão Xbox foi um presente como Gamer e Fã do console que eu sou.




Andando pelo evento ainda encontrei no estande da UBISOFT:

Assasins Creed Syndicate


Just Dance 2016

E Tom Clancy’s THE DIVISION (esse apenas com um vídeo de 8 minutos para apreciação e nada mais).


No estande da NVIDIA tive a oportunidade de testar o óculos RIFT, esperei 1h45 para testar a novidade, mas nos outros dias, a fila de espera superou 5h.

Testei o jogo Eve Valkyrie, nessa demo começamos já dentro de uma nave prestes a decolar, nesses primeiros minutos tudo já impressiona pelo clima futurista e todo o cenário que nos envolve, que você pode ver movimento sua cabeça com o óculos RIFT.



Com controles bem simples e utilizando um controle de Xone no pc, existe um botão para acelerar e outro para frear, usando os analógicos para manobrar e você já está no meio da ação. É impossível não se empolgar com o que é visto ali, e nos lembra as batalhas vistas nos filmes de Star Wars. Essa é a proposta da realidade virtual, fazer com que nossa jogatina se torne totalmente imersiva nos fazendo esquecer do que está ao nosso redor.



Como vimos acima, BGS é sinal de muito, mas muito conteúdo pra ser visto e apreciado, entretanto nem tudo são flores nesse pedaço de mundo gamer. Filas enormes (para as vezes testar 5 ou 10 minutos do game), preços exorbitantes por alimentos e bebidas (um churros por 10 dilmas e uma meia baguete por “apenas” 19,90, eu ri quando vi isso) são apenas exemplos do absurdo, sem contar ainda estacionamento a 38 dilmas.

O preço do ingresso já não é barato, e ainda termos que desembolsar quase 40 reais considerei sim, um roubo ao meu bolso. Outro ponto que decepcionou, mas que deve ser corrigido no próximo evento pois não será no mesmo local foi a falta de Wi-fi. O sinal de qualquer operadora é péssimo no ExpoCenterNorte e nem o 4G deu conta. Nas filas, um dos assuntos entre os jornalistas eram: “Você tem sinal aí?”. Ou seja, grande parte do conteúdo que gostaríamos de mandar em tempo real, teve que esperar pois lá era um desafio subir uma simples foto para o Instagram.

Entre altos e baixos, a feira levou milhares de pessoas aos seus estandes, e foi uma experiência marcante para todos que passaram por lá.

Ano que vem tem mais e o All POP Stuff estará novamente em meio a esse que é o evento gamer mais esperado do nosso país.

BGS 2015 | Star Wars Battlefront, Rise Of Tomb Raider, Phil Spencer e muito mais! BGS 2015 | Star Wars Battlefront, Rise Of Tomb Raider, Phil Spencer e muito mais! Reviewed by Marko Miller on terça-feira, outubro 13, 2015 Rating: 5

0 COMENTÁRIOS

Postar um comentário

comentários
DISQUS