Reprodução/Divulgação

O Bom Dinossauro | Crítica



Após lançar apenas sequências por algum tempo, e depois apresentar o inesquecível Divertida Mente, uma dos melhores estúdios de todos os tempos, voltou à sua boa forma, dessa vez apostando em uma trama simples, mas tocante, além de personagens complemente adoráveis. Isso é 'O Bom Dinossauro'.

Logo nas primeiras cenas do filme já é possível ver a incrível animação da floresta, dos rios, do céu e dos próprios personagens. Em alguns momentos, é possível esquecer que se trata de uma animação, dada tamanha perfeição nos mínimos detalhes, incrível como essa tecnologia evoluiu dos tempos de Toy Story até hoje.

Os personagens dos filmes também são extremamente cativantes, assim como na maioria dos filmes Disney. Começando pelos protagonistas Arlo e Spot, a relação dos dois demora a ser construída, mas cai como uma luva para o decorrer do longa. Os coadjuvantes também são muito interessantes, começando por alguns vilões do filme, a família de Arlo que possuí um bom tempo em tela para se destacar positivamente, e algumas participações pequenas de outros dinossauros e animais, mas que roubam a cena com simples piadas, além do belíssimo visual. Não me surpreenderia se a PIXAR optasse por se aprofundar mais nesses personagens.

Como já é tradição nos filmes da PIXAR, alguns momentos só vão ser cem por cento compreendidos pelos mais velhos, mas nem por isso o filme se torna menos divertido para as crianças.

Apesar de tudo isso, o grande destaque do filme fica para o roteiro, que foge completamente dos clichês hollywoodianos ao transformar um vilão natural em amigo, além de dar para a dupla de protagonistas um final que pode incomodar alguns, mas extremamente emocionante e até condizente com a realidade.

E assim, o décimo sexto filme da PIXAR se mostra uma grata surpresa ao fugir do básico, mas sem esquecer daquilo que o amado estúdio sabe fazer melhor, apostar em família, amizade, bom humor e uma trama simplesmente emocionante. Sem dúvidas, 'O Bom Dinossauro' é a melhor opção em cartaz para levar as crianças nesse período de férias.

O Bom Dinossauro | Crítica O Bom Dinossauro | Crítica Reviewed by Roberto de Carvalho Neto on segunda-feira, janeiro 11, 2016 Rating: 5

0 COMENTÁRIOS

Postar um comentário

comentários
DISQUS