Reprodução/Divulgação

Snapchat X Baby Boomers | As diferenças entre as gerações na rede social

Já pensou em deixar seu Snapchat na custódia da sua avó por um dia? Pobre senhora, certamente ficaria tão perdida que nem um sistema de geolocalização por imagem ia localizá-la. Antes de largar seu smartphone para a vovozinha mais próxima e cair na risada, pensa só: em um futuro não tão distante você pode estar nessa situação e você ser o ancião. E agora que vem a questão: o que será que seu neto/a estaria te mostrando?

Um hoverboard não será, pois essa ideia já é dos anos 80. Um holograma que interage com você dentro de casa? Ah, sejamos mais criativos, isso já é fichinha para o vingador do futuro. Quem sabe uma aeronave não tripulada que capta dados e imagens? Ai ai ai, esse papo é muito de volta para o futuro ainda.


Então, pensa só. Que doido é tentar imaginar algo que não existe. Agora pensa, ou melhor, pergunte para a sua avó se ela entende um "troço" que sequer existia quando ela era jovem e não faz ideia de como funciona e por quê, afinal de constas, existe? Calma, já deve ter sido difícil para ela vivenciar o "Segure o tchan, amarre o tchan" (e se essa não é do seu tempo, adapte a frase para: "Rá rá rá rá rá rá rá, o Lepo Lepo").


Pelo menos uns cem anos devem separar a geração da sua avó da sua (chutando alto, claro). Apesar de que hoje as gerações podem ser analisadas pelo comportamento das pessoas e não mais pela faixa etária em que se encontram, dá para entender que os seus costumes norteiam o mercado, o marketing das empresas, o censo, as emissoras de TV a cabo, e até o padeiro do seu bairro.

Mas isso não muda o fato de que muitos anos bloqueiam a mente dos seus avós para compreenderem certas evoluções tecnológicas. Muitos deles tentam e é lindo de ver - antes de zoar com as senhorinhas espirituosas que vemos por aí. Como essas que ganharam a web há algumas semanas ao tentar fazer uma selfie:


O fato é que usamos o Snapchat para mostrar nossas vidas, o que estamos fazendo, o que tem de legal, o que queremos que nossos amigos vejam e se divirtam em tempo real com a gente e esse não é um ambiente onde a terceira idade tem preferência. Nada contra, mas compartilhar ideias, coisas legais, cultura inútil que seja, é o que queremos e não saber a temperatura de Curitiba TODOS OS DIAS, por exemplo. É por isso, e por todo o seu potencial que o fantasminha é o queridinho das gerações Z e C.

De qualquer jeito, a tentativa é livre. Lanço para vocês o desafio: Pegue seu smartphone e tente explicar para a sua vó ou vô o que é o Snapchat (se você não tem avós, peça os da sua vizinha emprestado). Depois disso faça alguns snaps com ela/ele para exemplificar e por fim largue na mão dela/dele e deixe se divertir como se não houvesse amanhã. Na certa a risada, ao menos, estará garantida.

Snapchat X Baby Boomers | As diferenças entre as gerações na rede social Snapchat X Baby Boomers | As diferenças entre as gerações na rede social Reviewed by Giovana Peinado da Silva on quinta-feira, abril 14, 2016 Rating: 5

0 COMENTÁRIOS

Postar um comentário

comentários
DISQUS