Reprodução/Divulgação

O emprego da meia-calça

Que meia-calça é desconfortável eu não tenho dúvidas. Quem em sã consciência escolhe vestir um troço que cola no corpo, dá coceira e ainda por cima nunca fica na altura da cintura (onde usamos habitualmente as roupas). Não venha me dizer que você se sente super-confortável com uma meia-calça que eu não vou acreditar. 

Pode trocar de marca, pode mudar a cor, a roupa de cima. Não importa. Ela sempre vai incomodar quando você sentar, caminhar ou respirar. Ela, a meia-calça tradicional que conhecemos quando nossas mães nos vestem pela primeira vez a dita cuja na cor branca ainda. Sim, ela se faz necessária em vários momentos para as mulheres.

Aí você pode me perguntar: Então as mulheres não a vestem em sã consciência, Giovana? Olha, digamos que a gente tem que ser meio doida para aguentar essa nossa rotina feminina que só a gente conhece né?

Diferente das meias que alguns até usam na cabeça, as meias de fio grosso, meias de inverno, com forro ou de lã são um pouco mais confortáveis e simpáticas até. Elas parecem conversar com o corpo da gente estabelecendo um acordo do tipo: “Olha, se eu vou ter que ficar essas horas aqui você vai ter que prometer passar longe de anéis e objetos pontiagudo em suas andanças, feito?” Assim, o corpo parece aceitar e… Amém. Cada um fica na sua e tudo flui bem.

Pois bem, o que isso tudo tem a ver com emprego?

Ah eu digo pra vocês. Existe uma semelhança que vai fazer vocês entenderem a minha analogia. Imagine um dia dentro da meia-calça tradicional. Agora pensa no momento que você chega em casa e tira  (ou desgruda) ela do seu corpo. 

Aí está. É isso que acontece quando você resolve se despir de um emprego que te dá comichão, que se faz necessário, mas que você o trocaria sem dúvidas por um que tivesse “o fio mais grosso” para te envolver, ou algo mais confortável a te oferecer. Quero dizer a vocês o quanto é boa a sensação de desprendimento, de desapego e por que não de ousadia ao propor a si mesma uma fio 40 ao tradicional.

Dia desses eu usei um vestido de manga e botas de cano longo sem meia-calça e adorei. Você já pensou em trocar a meia por puro bem-estar? Vale a pena!


*Texto publicado originalmente no Medium, em 29 de julho de 2015.

O emprego da meia-calça O emprego da meia-calça Reviewed by Giovana Peinado da Silva on segunda-feira, junho 13, 2016 Rating: 5

0 COMENTÁRIOS

Postar um comentário

comentários
DISQUS