Reprodução/Divulgação

Corra! | Crítica


É nessas horas que vale a pena ser cinéfilo! No mundo conectado de hoje, sempre temos aqueles filmes que são esperados com mais de dois anos de antecedência, ou então aquela sequência que já é tão esperada que nem precisa anunciar a produção.

Sendo assim, é sempre revigorante poder entrar no cinema e acabar encontrando uma surpresa. Algo diferente, sem nenhum tipo de expectativa (coisa rara!) e que inevitavelmente fica na memória por um bom tempo. 'Get Out', por aqui ganhou o título 'Corra!', é uma dessas surpresas que chega aos cinemas nacionais em 18 de maio.


O diretor Jordan Peele não é nem de longe o tipo de diretor que você ficaria empolgado ao saber que ele está fazendo um filme de terror. Conhecido por seu aclamado show de comédia 'Kay and Peele', Jordan está mais acostumado a desenvolver histórias em formatos de esquetes.

Adicione um ator relativamente desconhecido (Daniel Kaluuya) e um orçamento baixíssimo, e o quê terá? Uma história maravilhosamente estruturada, que parte de uma ideia simples e se utiliza da sátira para abordar temas bem maiores.


O que o diretor fez aqui pode ser interpretado como uma ideia para uma esquete comum de seu programa: "Um rapaz negro tendo que lidar com os momentos desconfortáveis de conhecer os pais de sua namorada branca". Porém, ao invés da comédia, o objetivo é a tensão. É como uma piada que não quer te fazer rir.

A trilha sonora é bem colocada e sabe dar o tom da maioria do filme. São muitos os momentos de estranheza em que a plateia se pega dando risadas desconfortáveis. E tanto Daniel Kaluuya quanto Allison Williams (que interpreta a namorada) conseguem prender a atenção com atuações memoráveis.


O filme também brinca com o público ao antecipar possíveis teorias ou conclusões sobre o caso, somente para logo em seguida trazer um novo detalhe à tona que altera toda a nossa perspectiva. O resultado é uma história que prende a sua atenção, mesmo que o ritmo do filme possa não ser tão engajante no começo.

O terror continua sendo o gênero que mais nos surpreende, e 'Corra!' é mais um para a nossa coleção de filmes que provam que às vezes a simplicidade pode ser o melhor caminho para uma boa ideia.

Corra! | Crítica Corra! | Crítica Reviewed by João Felipe Marques on quinta-feira, abril 27, 2017 Rating: 5

0 COMENTÁRIOS

Postar um comentário

comentários
DISQUS