Reprodução/Divulgação

Uma carta de amor de fã após 'Vingadores Ultimato'

OBS.: isso não é uma crítica do filme.
É uma carta de amor à franquia, ou seja, sem spoilers.

Ninguém, absolutamente ninguém, está preparado pra esse encerramento.

Todos têm a sua história em particular com o 'Universo Cinematográfico Marvel', e cada uma é maravilhosa em sua forma para quem viveu essa jornada, desde o primeiro 'Homem de Ferro', lançado em 2008. De lá pra cá, foram 22 filmes. O mundo mudou de tantas formas, e o amor e carinho pelos heróis foi apenas crescendo, ao ponto de chegarmos no 'Ultimato' e eu me questionar, "será que estou pronto para isso?".

Nunca estaremos preparados para o fim, mas é inevitável. Ele vem, da forma que não queremos ou que não esperamos, ou até de uma forma tão abrupta que chega fazendo um buraco. E sim, deixará marcas que você vai levar para o resto da vida.

Há dois anos, foi lançado um vídeo da reação de uma galera quando Thor chega em Wakanda. Eu vivi essa cena ontem, com braços erguidos, gritos e palmas. Foi de arrepiar. Eram gritos misturados com lágrimas, foi uma final de copa do mundo, só que toda a Terra jogava contra um time alienígena. Não existiam barreiras, bandeiras ou divisões. Eram todos ligados por um único propósito. E valeu cada segundo.

A energia que a sala emanava durante a sessão, foi tão surreal que entrava em cada poro do seu corpo e o fazia vibrar por inteiro. Era a energia de todas as jóias do infinito combinadas, uma força que emanava de cada pessoa, se juntava em uma onda que depois explodia por cima de todos. E essa sensação só foi crescendo até o clímax do filme, quando o mundo parecia não existir, tudo levou aquele momento, era você, seu coração, suas lágrimas e a sensação de perda, mas também de agradecimento.

Agradecimento por viver na melhor época que um nerd pode viver, de ser e fazer parte dessa geração que ao longo de 11 anos veio acompanhando cada novo filme da Marvel. Vivendo a conclusão do maior espetáculo da cultura nerd que o mundo já viu.

Obrigado Marvel, Robert, Fraveau, Irmãos Russo e Kevin Feige, Stan Lee e a todo mundo que deu vida aos meus quadrinhos, que fez minha criança interior se manter viva e acreditando na amizade, na lealdade, no sacrifício, e acima de tudo, no amor.

Eu ainda não aceitei o fim, mas vou viver com isso, lembrando de cada momento incrível que tive por ser fã da Marvel. Eu vou chorar muito ainda? Vou. Eu vou assistir Ultimato até passar meu próprio recorde de Guerra Infinita (que foi 68 vezes)? Vou.

Porque no fim, ser fã é isso. É viver intensamente os momentos e aprender, que um dia, parte da jornada é o fim.

Uma carta de amor de fã após 'Vingadores Ultimato' Uma carta de amor de fã após 'Vingadores Ultimato' Reviewed by Marko Miller on sexta-feira, abril 26, 2019 Rating: 5

0 COMENTÁRIOS

Postar um comentário

comentários
DISQUS