Reprodução/Divulgação

Editora Leya procura investidores para assumir a sede brasileira

Parece que o Grupo Editorial Leya é mais um que está sofrendo com a crise econômica no Brasil. De acordo com a coluna 'Painel das Letras', de Maurício Meireles, publicada na Folha de São Paulo no último sábado, a editora está vendendo a operação brasileira.

De acordo com a reportagem a empresa portuguesa já conversou com alguns grupos editoriais brasileiros que mostraram interesse em parte do acervo de obras da editora. Ou seja, existe a possibilidade de vender títulos para grupos diferentes, mas antes disso eles buscam investidores estrangeiros para assumir a sede brasileira.

Criado em 2008, em Portugal, o grupo reuniu as editoras Oficina do Livro, Casa das Letras, Editorial Teorema, Estrela Polar e Sebenta. Responsável por lançar livros educacionais e de literatura, o grupo expandiu seus trabalhos em 2009, abrindo uma sede no Brasil. Por aqui, além do selo principal, a editora lançou o Casa da Palavra, Fantasy, Quinta Essência, Alumnus, Lua de Papel e Barba Negra, este último voltado para quadrinhos e graphic novels.

Por enquanto a editora Leya não liberou nenhum comunicado oficial em suas redes sociais ou informativos para a imprensa. No momento, já é possível ver muitos fãs apreensivos em algumas redes sociais. Muitos títulos que já estavam programados, como alguns livros de George R. R. Martin, podem sofrer atrasos caso aconteça a venda ou fusão no acervo de obras da Editora.

Editora Leya procura investidores para assumir a sede brasileira Editora Leya procura investidores para assumir a sede brasileira Reviewed by Lucio Pozzobon on segunda-feira, abril 04, 2016 Rating: 5

0 COMENTÁRIOS

Postar um comentário

comentários
DISQUS