Reprodução/Divulgação


Sempre que algo de ruim acontece com a gente, uma coisa boa acontece. Normalmente com outra pessoa. Essa é a Sorte do Agora. Precisamos acreditar. Precisamos. Precisamos. Precisamos.

Olá, Richard Gere!

Eu sempre acreditei que todas as coisas acontecem com algum propósito em nossas vidas, inclusive as ruins. E esse livro “caiu como uma luva” em minhas mãos, enquanto eu procurava uma leitura leve e divertida para me entreter em meio ao caos.

'A sorte do agora' foi escrito por Matthew Quick (“O lado bom da vida”) e conta a história de Bartholomew, um quase quarentão com sérios problemas sociais, que está acima do peso e desempregado. E para piorar ainda mais a situação, sua mãe acaba de falecer. Diante essa situação bastante delicada e triste, Bartholomew começa a escrever falsas cartas como desabafos para o famoso ator Richard Gere, um ídolo de sua mãe.

Cada capítulo do livro é uma das cartas que Bartholomew escreve para Richard Gere, narrando sobre os acontecimentos da sua vida sem a presença da mãe. O ator, inclusive, chega a dar conselhos imaginários para o protagonista em determinados momentos.

A partir daí, Bartholomew está prestes a encarar o maior desafio da sua vida: viver sem a sua figura materna. Inicia-se então uma jornada de autoconhecimento, repleta de dúvidas e inseguranças, mas acompanhada de personagens inusitados e bastante problemáticos: um padre alcoólatra e bipolar, uma “meninatecária” e seu irmão desbocado.

Pela primeira vez, ao longo de quase 40 anos vivendo ao lado da mãe, Bartholomew estava convivendo com novas pessoas em sua vida, tão problemáticas quanto ele. Com seu jeito doce, simpático e ingênuo, o personagem transforma a vida dessas pessoas e começa a compreender que o mundo a sua volta não é tão doloroso assim.

Matthew Quick consegue falar de dramas psicológicos bastante complicados de maneira leve, de forma que o tabu de se falar disso seja quebrado e entendido de uma forma simples. E mais, o autor tem o dom de surpreender com narrativas intensas, personagens apaixonantes e dramas extremamente reais.

'A sorte do agora' é uma história de amizade e superação. Traz uma leitura fluída e divertida, nos encanta e nos traz esperanças de sempre haver uma chance para novos recomeços.

A novos começos, por mais estranhos que possam ser.

'A Sorte do Agora', de Matthew Quick 'A Sorte do Agora', de Matthew Quick Reviewed by Giovana Kümmel on 15:32:00 Rating: 5