Reprodução/Divulgação

Cobra Kai - 1ª Temporada | Crítica


Após 34 anos do lançamento do filme 'Karatê Kid: A Hora da Verdade', clássico dos anos 80, indicado ao Oscar que marcou gerações, a história ganhou uma continuação, em 10 episódios, produzida pelo Youtube Premium, nela temos Daniel LaRusso e Jhonny Lawrence de volta após a icônica batalha final.

Daniel LaRusso (Ralph Macchio) tornou-se um homem de sucesso, casado e com uma família, enquanto Jhonny (William Zabka) não passa de um bêbado fracassado e cheio de amargura. Quando ele literalmente chega ao fundo do poço, vê a oportunidade de trazer seu velho dojo de volta e ensinar Karatê a seu vizinho Miguel (Xolo Maridueña, Parenthood) um garoto de bom coração. Após ser perseguido por valentões no colégio, é salvo de uma briga por Jhonny virando assim seu protegido.

Fugindo do clichê não temos um vilão em busca de redenção, temos o Jhonny no fundo do poço e assumindo os erros do passado, mostrando o quanto suas escolhas lhe prejudicam até hoje. Sob influência de Miguel, ele passa os ensinamentos que aprendeu no Cobra Kai e resolve limpar seu nome e construir um novo legado, seguindo o lema: “ataque primeiro, ataque com força, sem misericórdia”. A rivalidade ente LaRussp e Jhonny se mantem a nivéis sem precedentes, seus caminhos se cruzam várias vezes e LaRusso está determinado a impedir o retorno do Cobra Kai.



A série conta a história de forma imparcial para você não tomar partido. Mantém o legado e honra do filme em vários momentos, trazendo referências, golpes e treinamentos icônicos, flashbacks, participações especiais, todas as questões são respondidas. Temos a nostalgia dos anos 80, elementos retrô e uma trilha sonora com uma pegada hard rock.

Não poderia faltar as cenas de lutas e treinamentos. Nenhuma digna de filme de ação, seria até injusto comparar ao filmes atuais, já que a série é fiel ao filme, mas não deixa a desejar. Não se prendendo ao passado assuntos importantes e atuais são debatidos, traumas da vida, primeiras e segundas chances, superação, acerto de contas e família.



Cobra Kai foi mais um acerto nessa onda de reboots, trás a nostalgia oitentista e mostra ser capaz de andar com as próprias pernas e garantir seu espaço. A série retorna em breve para uma segunda temporada.

Cobra Kai - 1ª Temporada | Crítica Cobra Kai - 1ª Temporada | Crítica Reviewed by Cintia Milanez on terça-feira, setembro 11, 2018 Rating: 5

0 COMENTÁRIOS

Postar um comentário

comentários
DISQUS