Reprodução/Divulgação

'Star Wars: Legado de Sangue', de Claudia Gray


Comecei lendo 'Legado de Sangue' com certo receio. Após ler 'Estrelas Perdidas' e 'O Despertar da Força', pensei que os livros de Star Wars geralmente são divertidos, mas não excessivamente atraentes.

Eu amo Star Wars de paixão, e ter esse receio estava me angustiando. Esperava que 'Legado de Sangue' estivesse recheado de política, reuniões do senado e outros assuntos que são parte essencial do universo, mas que muitas vezes acaba afastando os fãs menos fervorosos da saga, por acharem complicado, ou mesmo maçante. Mas o que encontrei nessa leitura foi algo muito além e que passou um sentimento de "Daria tudo pra ver isso em um filme".

Sim, haverá reuniões do senado e política, mas também será recheado de ação e drama. E uma vez envolvido com a trama desenvolvida e as pretensões de cada personagem, pode esquecer o ato de largar o livro. Parar de ler será uma tortura. É real, acreditem. Cinquenta páginas depois e aquele universo de Star Wars sendo expandido, novos planetas sendo introduzidos, locais que já conhecemos, como o planeta Hosnian Prime (o centro politico da Nova República) sendo expandidos em sua história, e você foi fisgado pelo lado (escolha seu lado aqui) da força.

Acompanhar Leia nessa jornada o tornará intimo da personagem de uma forma que acredito, os filmes nunca foram capazes de fazer. Suas opiniões políticas, seu comportamento pessimista e impaciente, suas relações com outros personagens, suas explosões de euforia e aventura, tudo é trabalhado de forma tão real e mostra um crescimento realista para a personagem desde quando a vimos em 'O Retorno de Jedi'.

Outros personagens, embora não tenham o mesmo foco que Leia, são bastante interessantes. A autora nos apresenta personagens com pontos de vista completamente diferentes, mas ainda assim consegue criar conceitos que os tornam aprazíveis a quem lê.

Um bônus adicional: existem algumas pequenas informações que ajudam a entender os antecedentes de alguns personagens em 'O Despertar da Força'.

'Legado de Sangue' é uma joia literária, mesmo fora do universo Star Wars. É um dos melhores livros de ficção que eu li. O livro faz você pensar, te emociona, te faz pular de um lado pro outro como só um fanboy faz quando reconhece personagens, situações e ações de outras mídias que acompanhamos. A única coisa que ele não fará é fazer você parar de ler.

Compre 'Star Wars - Legado de Sangue'

'Star Wars: Legado de Sangue', de Claudia Gray 'Star Wars: Legado de Sangue', de Claudia Gray Reviewed by Marko Miller on 08:33:00 Rating: 5